Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Alimentos ricos em Proteína! # Não é só a carne e o peixe!

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 15.10.16

proteina fontes.jpg

As proteínas são um macronutriente vital para a estrutura e função metabólica do corpo humano. Encontram-se milhares de proteínas diferentes no nosso organismo, e cada uma delas tem um papel diferente e essencial.

 

Organicamente, são um importante componente tecidular, onde cerca de metade das proteínas corporais se encontra nos tecidos estruturais (músculos e pele), sendo, por isso, essenciais para o crescimento e manutenção da estrutura do corpo durante toda a vida.

 

Algumas funções das proteínas: Enzimática, transporte, hormonal - algumas hormonas são proteínas (p.e. insulina), imunitária. São também utilizadas como fonte energética.

 

As proteínas encontram-se em diversos alimentos.

As fontes de proteína de origem animal, como a carne, peixe, ovos, leite, queijo e iogurte, fornecem proteína de alto valor biológico.

Fontes vegetais como os legumes, os cereais, os frutos secos, as leguminosas secas proporcionam proteínas de baixo valor biológico.

No entanto, uma combinação de diferentes alimentos na mesma refeição (por exemplo, leguminosas secas e cereais) é muitas vezes uma mistura de alto valor biológico.

 

Ou seja, o equilíbrio é a chave. O ideal é consumir as duas em quantidades adequadas para não comprometer as suas necessidades diárias.

 

Alguns exemplos:

 

Aveia 

A aveia é um cereal muito apreciado, saudável e nutritivo. Apresenta alto teor em fibra, magnésio, manganês, tiamina (vitamina B1) e vários outros nutrientes. 

O teor de proteína ronda os 15%.

 

Queijo tipo Cottage 

O queijo Cottage tem um muito baixo teor em gordura e calorias e fornece um bom aporte de proteína. 

100g tem apenas 103kcal e 13g de proteína. 

Ele é rico em cálcio, fósforo, selénio, vitamina B12, riboflavina (vitamina B2) e vários outros nutrientes. 

Ainda encontra no mercado a versão magro com cerca de 72kcal.

 

Brócolos 

O brócolo é um legume extremamente saudável, rico com vitamina C, vitamina K, fibra e potássio. 

Os brócolos são conhecidos pela sua riqueza em vários nutrientes bioativos acreditados para ajudar a proteger contra alguns tipos de cancro. 

1 Chávena contem apenas 31kcal com 3g de proteína.

 

Quinoa 

A Quinoa é um pseudo-cereal, um dos superalimento mais populares do mundo, e oferece inúmeros benefícios para saúde. 

É rica em muitas vitaminas, minerais e fibras, e é carregado com antioxidantes. 

Uma chávena (100g) tem 13g de proteína.

 

Lentilhas 

As lentilhas são boas fontes de proteína (8g/100g), excelente alimento para vegetarianos. 

São ricas em fibras, magnésio, potássio, ferro, ácido fólico, cobre, manganês e outros nutrientes.  

 

Sementes de abóbora 

As sementes de abobora são ricas em muitos nutrientes, incluindo ferro, magnésio e zinco. 

Cada 100g fornece 24g de proteína.

 

Amendoins  Incrivelmente deliciosos, os amendoins são ricos em proteínas, fibra, magnésio e muitos estudos mostram que eles podem ajudar na perder peso. 

100g apresenta 28g de proteína.

 

NOTA: Estes alimentos são apenas alguns exemplos de fornecedores de proteína, há vários e o ideal é variar sempre o mais possível.

A quantidade ingerida de cada alimento deve ser de acordo com o seu plano alimentar e objetivo.

 

publicado às 10:58

Bolachas de Weetabix com Whey # Receita

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 12.10.16

A minha Mana Isabel Madalena enviou-me esta deliciosa receita que hoje partilho com vocês!

Boacha Weetabix.JPG

 Receita de Bolachas Weetabix

(8 a 10 Bolachas)

 

Ingredientes:

. 2 Bolachas Weetabix

. 1 Banana média

. 15g de Manteiga de Amendoim

. 1 Ovo

. 10g de Farinha de Aveia

. 1 Colher de sobremesa de Canela

. 20g de Whey

. Pepitas de Cacau Cru (opcional)

 

Modo de Preparação:

. Misturar as duas bolachas de Weetabix (desfiz as duas com as mãos) com a banana previamente esmagada;

. Juntar a manteiga de amendoim. Misturar bem e depois adicionar o ovo inteiro e voltar a envolver bem.

. Junte a Whey, a farinha de aveia e volte a envolver até obter uma mistura homogénea;

. Levar ao forno pré-aquecido por cerca de 20/25 minutos a 190/200º.

. Adicionar pepitas de cacau como topping.

 

Mana obrigada pela dica.

Quem também gostou?

 

XoXo

publicado às 17:52

Leguminosas # Perda de Peso

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 07.09.16

leguminosas arroz massa.png

 

A Organização das Nações Unidas (ONU) declarou 2016 o Ano Internacional das Leguminosas.

 

As leguminosas são excelentes fontes de hidratos de carbono de absorção lenta, que garantem energia para o bom funcionamento do organismo, e de proteínas com funções de construção.

 

O seu valor nutricional é enriquecido com nutrientes como o ferro, ácido fólico, magnésio.

 

O alto teor em fibras vegetais, são o ingrediente secreto para ajudá-lo a sentir-se completo, saciado, controlar o apetite e ajudar na perda de peso.

 

Tente incluir estes alimentos mais vezes na sua alimentação.

 

Garanta a diversidade nutricional, o seu organismo agradece!

 

Nota: Valor nutricional por 100g/alimento!

Fonte: Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge

 

publicado às 12:06

O mito do consumo de proteína após o treino!

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 14.05.16

treino.jpg

"Todos nós ja vimos várias pessoas a fazer o seu treino no ginásio enquanto ingerem o batido de proteína ou, se calhar, até somos daqueles que mal acabamos o treino vamos logo a correr para casa tomar proteína.

 
Mas será que é mesmo necessário ingerir proteína logo após um treino?
 
Há alguns anos, descobriu-se um fenómeno chamado Janela Anabólica. Esta expressão significa que o corpo absorve mais facilmente os nutrientes entre 15 a 60 minutos imediatamente após o treino. Ou seja, a ingestão de hidratos de carbono e proteína durante esta janela de tempo beneficiaria a perda de gordura, o ganho de massa magra, o desenvolvimento da força e resistência, e a hipertrofia muscular.
 
Partindo do principio que é necessário ingerir proteínas extra, já que o treino causa lesões nas fibras musculares e a ingestão de hidratos de carbono irá aumentar as reservas de energia em forma de glicogénio, e não gordura.
Durante muitos anos, esta foi a ideia geral da comunidade científica. Como tudo na vida, o conhecimento não é estático e a evolução faz-se pesquisando. Novos estudos demonstraram que os benefícios de controlar o horário e ingestão de nutrientes não se aplicam a todas as pessoas. Este controlo é muito importante para os atletas que treinam 2 e 3 vezes por dia para aumentar a performance desportiva. Para aquelas pessoas que só treinam uma vez por dia ou algumas horas por semana, os benefícios da janela anabólica não são significativos.
 
Portanto, se é um dos comuns mortais como eu que pratica atividade física por prazer uma vez por dia, não se preocupe com a ingestão imediata de proteínas após o seu treino. Não vá a correr direito ao seu batido de proteína! Adote uma alimentação equilibrada diariamente e a horas decentes e irá ter os efeitos pretendidos no seu treino.
 
Esta é a nossa visão em TeamFit PT. Ajudamos a potenciar o seu treino para que obtenha os resultados pretendidos. Visite www.teamfitpt.com e siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram e LinkedIn.
 
Não hesite em contactar-nos e venha descobrir as nossas condições vantajosas para o planeamento de programas de treino físico. 
 
Comece hoje e pergunte-se porque não começou mais cedo."
 
Nuno André Nunes
Preparador Físico do Chelsea Football Club
 

publicado às 17:47

Sono # Alimentação

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 14.03.16

sono_08D_grande.png

Uma boa noite de sono é muito mais importante do que pode imaginar.

 

O sono é um período de descanso para o corpo, e a sua qualidade tem um enorme impacto sobre a nossa vida.

Um sono deficiente ou insuficiente poderá afetar o trabalho e a concentração. Durante o sono, o corpo e a mente recuperam, fazendo com que as pessoas se sintam bem ao acordar.

 

Especialistas confirmam que a dieta influencia no processo do sono, tanto a ausência de comida “passar fome”, ou comer demais podem atrapalhar o sono e causar desconforto e insônia.

 

“Uma dieta rica em fibras pode ajudar a melhorar a qualidade do sono. É o que diz um estudo publicado na edição de Janeiro da revista científica Journal of Clinical Sleep Medicine.

 

O estudo, realizado por pesquisadores da Universidade Columbia, nos Estados Unidos, também descobriu que refeições com mais proteína e pouca gordura saturada também contribuem para cair no sono mais rapidamente. "A nossa principal descoberta é que a qualidade da dieta afeta a qualidade do sono", disse Marie-Pierre St-Onge, responsável pelo estudo.

 

Os pesquisadores acompanharam 26 adultos com idade média de 35 anos e peso normal. Durante cinco noites, eles dormiram em um laboratório especializado em monitorar o sono. Todos ficaram nove horas na cama (das 22h às 7h) e dormiram, em média, 7h35 por noite. Dados do sono dos participantes foram coletados na terceira noite, depois de três dias de alimentação controlada, e na quinta, após um dia de alimentação livre.

 

Segundo os resultados, quando consumiram os alimentos recomendados pela nutricionista que eram ricos em proteínas e com baixo teor de gorduras saturadas, os participantes demoraram aproximadamente 17 minutos para dormir. No dia em que os voluntários fizeram refeições por conta própria, eles levaram quase o dobro de tempo para adormecer.

 

"É surpreendente ver que como um único dia com grande ingestão de gordura e pouca fibra pode influenciar negativamente o sono", disse Marie-Pierre. Sabe-se que a má qualidade do sono já foi relacionada a problemas crónicos de saúde como hipertensão, diabetes e doenças cardiovasculares.

 

O Ministério da Saúde recomenda a ingestão de 25 gramas de fibras por dia.”

 

Links Relacionados:

Comece a Semana com Pequenas (GRANDES) mudanças # Perda de Peso

Você está cansado de se sentir cansado?

 

Fonte: Manter uma dieta rica em fibras ajuda a melhorar o sono!

 

 

publicado às 21:47

Proteína & Vegetal

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 07.02.16

vegann.jpgQuando você ouve falar em "proteína", provavelmente, pensa logo em carne ou peixe.

Mas você pode querer considerar a substituição por algumas fontes vegetais. Alimentos como grãos de soja, cereais integrais, frutas oleaginosas, sementes e alguns legumes podem constituir uma fonte proteica interessante e com baixo teor de gordura saturada e, ainda, contêm fitonutrientes que podem ajudar a prevenir algumas doenças. 

 

Alguns alimentos que eu adoro e que apresentam uma boa quantidade de proteína:

 

Espargos

Uma chávena e meia de aspargos cozidos tem mais de 6 gramas de proteína - que é aproximadamente o mesmo que um ovo grande.

Este alimento fornece também ácido fólico (uma vitamina importante especialmente para as mulheres em idade fértil), vitamina C, ferro e mais de 2 gramas de fibra por chávena.

Grelhados ou cozidos ao vapor os espargos fazem pratos maravilhosos.  

 

Aveia

A aveia apresenta cerca de 5-6 gramas de proteína por chávena.

Ela fornece beta-glucana, um tipo de fibra solúvel que ajuda a diminuir o colesterol no sangue.Os hidratos de carbono complexos da aveia combinados com proteínas e fibra vão ajudar mantê-lo satisfeito durante mais tempo.

Eu uso a aveia para fazer pão, bolos, biscoitos ou "panquecas de proteína”.   

 

Sementes de Chia

As Sementes de Chia são uma boa fonte de proteína, com apenas 2 colheres de sopa de sementes de chia secas, você pode adicionar até cerca de 3 gramas de proteína a qualquer refeição.

Elas, ainda, fornecem ácidos gordos essências (que o organismo não consegue produzir e que só pode obter a partir dos alimentos que comemos) o - ómega 3 e 6. Alguns estudos mostram que estes ácidos gordos podem ajudar a reduzir a inflamação e doenças cardíacas.

Pode utilizar as sementes de chia em várias situações, o seu sabor suave torna-as um complemento perfeito para muitos pratos (saladas, bolos, pão, sobremesas) e até mesmo para adicionar a bebidas como sumos ou smoothies ou iogurtes.

Dica: utilize como agente de gelificação totalmente natural para ajudar a fazer pudins e compotas.  

 

Cereais Integrais

Incluindo cereais feitos a partir de trigo, trigo-sarraceno, cevada, KAMUT, painço, amaranto pode aumentar a sua ingestão diária de proteína, proporcionando uma variedade de nutrientes.

Por exemplo, 1 chávena de trigo-sarraceno cozido tem mais de 5,5 gramas de proteína e 1 chávena de milho cozido tem mais de 6 gramas de proteína.

Estudos mostram que a adição de cereais integrais na sua dieta pode diminuir o risco de muitas doenças crónicas, como diabetes e doenças cardíacas.

Troque o pão branco por outro feito com vários cereais (de preferência com adição de sementes) e se estiver com “espirito aventureiro” numa refeição troque a carne por um hambúrguer de trigo-sarraceno.

 

Outras fontes:

vegan.jpg

A carne e o peixe são, sem dúvida, excelentes fornecedores de proteína e não deve exclui-los da sua alimentação, mas deve ter presente que a proteína existe em vários alimentos e a moderação e a variedade alimentar são fundamentais para uma alimentação saudável.

 

 

publicado às 18:42

Quinoa # Uma opção saudável!

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 19.04.15

C:\Documents and Settings\70354\Ambiente de trabal

 

A quinoa é considerada um alimento completo pela FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação). A Academia de Ciências dos Estados Unidos qualifica-a como o melhor alimento de origem vegetal para integrar o regime  alimentar do ser humano, sendo selecionada pela NASA para integrar a dieta dos Astronautas em voos espaciais de longa duração, devido ao seu extraordinário valor nutritivo!

 

As suas sementes são ricas em vitaminas, minerais, proteínas e fibras, conhecidas por aumentar a saciedade, diminuir o apetite e melhorar o funcionamento intestinal, regular o colesterol e até o açúcar do sangue.

 

A quinoa tem um sabor muito suave e, por isso, é fácil de introduzir na alimentação de adultos e crianças, podendo acompanhar qualquer prato de carne, peixe ou frango, sendo um ótimo substituto, por exemplo do arroz.

 

Nenhuma das suas espécies (branca ou vermelha) contém glúten, o que pode constituir uma mais-valia para quem tem intolerância ao glúten.

 

Por ser fonte de proteínas (cada 100g possui 12g), ajuda no fortalecimento muscular, principalmente depois das atividades físicas. A sua riqueza em cálcio, ferro e ácidos gordos ômega 3 e 6 podem reduzir riscos cardíacos e o colesterol. A quinoa, à semelhança dos cereais, fornece um bom aporte de hidratos de carbono.

 

Como usar a quinoa na alimentação

A quinoa pode ser encontrada em grãos, flocos ou farinha.

 

Com leite ou iogurte 
Salpique os grãos inteiros ou os flocos na granola, acompanhada por leite ou iogurte. Além dos benefícios gerais, aporta mais fibras ao prato, garantindo a saciedade.

 

Substituindo a farinha de trigo 
Eliminar a farinha branca é sempre bom e, com a farinha de quinoa é possível fazer bolos, tortas, pães e biscoitos mais funcionais.

 

Misturado em sumos
Colocar uma colher de farinha de quinoa em sumos acrescenta boas doses de cálcio, proteínas, ferro e zinco aos nutrientes que as frutas já oferecem.

 

Com frutas
Colocar os grãos, flocos ou a farinha de quinoa na salada de frutas é uma ótima opção de lanche após os exercícios, uma vez que as frutas são fontes de hidratos de carbono e a quinoa, de proteínas – dois nutrientes indispensáveis para prática de exercício físico.

 

E na salada
Seja na versão em flocos, salpicada sobre as folhas, ou na versão em grãos, que pode ser utilizada como base e acrescentar textura diferente ao prato.

 

 Mais sobre alimentos sem gluten aqui!

 

publicado às 10:45


Mais sobre mim

foto do autor



Detox Original! 10% Desconto com o código: DINORABASTOS


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog