Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Matcha # Um Poderoso Chá (Verde) # Emagrecimento

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 24.04.16

matcha.jpg

O chá preto, o branco e o verde (e o matcha) vêm da mesma planta, a Camellia sinesnsis. O que os distingue é o método de preparação e maturação das folhas.

 

O chá de Matcha é elaborado com as folhas mais novas e tenras do chá verde, vindas de plantações protegidas do sol. Depois de colhidas, as folhas são trituradas muito lentamente num moinho de pedra, até que sejam reduzidas a pó.

 

O chá Matcha é mais concentrado que muitos outros e, por isso os resultados são alcançados mais rapidamente. Além de acelerar o metabolismo é um ótimo antioxidante, que melhora a concentração e diminui a ansiedade. É composto por uma substância chamada L-Teanina, que modula o neurotransmissor gaba, principal inibidor de nosso sistema nervoso.

 

Para preparar basta colocar a água quente sobre ele e misturar bem.

Tem um sabor característico, fresco e a natureza.

 

O  matcha emagrece?

 

O Matcha possui as catequinas na sua composição, substâncias que apresenta algumas evidencias na perda de peso.

 

Um estudo publicado em 2005 no American Journal of Clinical Nutrition, onde foram avaliados os efeitos dos chás que possuíam catequina e cafeína na composição para o emagrecimento demonstrou que os homens que beberam o chá verde com altas doses de catequina conseguiram eliminar mais peso do que os que tomaram uma bebida com baixas quantidades da substância, enquanto os primeiros perderam aproximadamente 2,5 kg, os outros diminuiram apenas cerca de 1,3 kg.

 

Outra pesquisa demonstrou que homens saudáveis que consumiram a bebida durante treino de intensidade moderada tiveram um aumento de 17% na taxa de queima de gordura.

 

Por ter um efeito diurético, o chá matcha contribui para a diminuição da retenção de líquido no organismo, ajudando na perda do excesso e eliminando o “inchaço” em algumas regiões do organismo.

 

Um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition, também, revelou que o consumo do chá verde contribui para que o metabolismo seja estimulado proporcionando uma “queima de gordura” mais eficiente.

 

No entanto, o Matcha não é uma solução milagrosa.

Se pretende perder peso deve adoptar um estilo de vida saudável, com mudança nos hábitos alimentares e não esquecer o exercício físico ;).

O caminho nem sempre será fácil, mas é o caminho certo!

 

 

publicado às 23:55

Chá Verde… Anti envelhecimento e Saúde Mental!

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 23.02.16

C:\Documents and Settings\fteixeira\Ambiente de tr

 

O envelhecimento é um estado de espírito, e proteger nossa mente começa com os alimentos e bebidas que consumimos todos os dias. Uma das formas mais poderosas que podem melhorar a memória, agilidade mental e envelhecimento do cérebro lento é beber chá verde regularmente.


Com mais de 4.000 anos de uso, o chá é a bebida mais consumida no mundo, perdendo apenas para a água. Existem três tipos principais de chá: verde, preto e oolong. A diferença está na forma como os chás são processados.

O chá verde é feito a partir de folhas não fermentadas ajudando a reter a maior quantidade de antioxidantes para proteger contra doenças crónicas, como doenças cardíacas e o cancro.


O chá contém catequinas, o que torna o sangue menos viscoso ajudando a reduzir ainda mais o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral. As catequinas podem, também, reduzir os danos por radicais livres e alguns estudos mostram que podem ajudar a prevenir o cancro da mama, próstata, e cancros relacionados do trato gasto-intestinal.


O chá verde tem o maior teor de catequina, cerca de 375 mg por chávena, seguido por chá preto com cerca de 210 mg por chávena.

A versão descafeinada do chá verde e preto parece ter os mesmos benefícios.


Alguns estudos mostraram que as pessoas que bebem pelo menos uma chávena de chá por dia têm maior densidade mineral óssea ajudando a reduzir o risco de osteoporose.


A adição de açúcar e adoçantes não parece afetar a absorção de catequina, apesar de a sua ingestão deva ser moderada.


Estudos mostram, ainda, que o chá é um poderoso antioxidante que ajuda a proteger contra muitas doenças e melhorar a função mental.

 

Desfrute de um chá verde regularmente como parte de um estilo de vida saudável.

 

Link Relacionado: Chá Verde # Desporto

 

publicado às 16:54

Mirtilos # Uvas # Fortalecimento do Sistema Imunitário

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 08.06.15

mirtilos.jpg

 

“Alguns alimentos cumprem a função de colaborar com a defesa do organismo e evitar uma série de doenças. Uma pesquisa da Universidade Estadual de Oregon, nos Estados Unidos, mostra que uvas roxas e os mirtilos, cumprem este papel de fortalecimento do sistema imunológico.

 

O benefício vem de duas substâncias, resveratrol e pterostilbena, ambas da família dos estilbenoides. Segundo a pesquisa, elas agiam em conjunto com a vitamina D, fortalecendo as defesas naturais do organismo. O resveratrol e a pterostilbena aumentaram a expressão do gene CAMP (catelicidina humana), que está diretamente ligado às funções imunes do organismo.

 

Outros estudos já indicavam um potencial cardioprotetor e benefícios anti-inflamatórios das substâncias, especialmente do resveratrol, encontrado em uvas roxas. Já a pterostilbena pode ser ingerida a partir dos mirtilos.

 

Os estilbenoides são compostos produzidos por plantas para combater infeções e, na biologia humana, eles parecem facilitar os benefícios da vitamina D. Essa vitamina favorece a absorção de cálcio pelo organismo e diminui o risco de doenças cardíacas. Ela é encontrada principalmente em óleo de fígado de bacalhau, óleo de salmão, ostras cruas, leite, carnes e ovo cozido. Além dos benefícios relativos ao cálcio, a vitamina D interfere na chamada imunidade inata, a resposta imune natural do organismo. Quanto mais fortalecida ela estiver, menor será o risco do organismo contrair infeções que requeiram uso de antibióticos.

 

Para os pesquisadores, novos estudos são necessários para entender melhor como a alimentação interfere no sistema de defesa. Eles pretendem observar, ainda, se é possível usar compostos naturais para impulsionar a resposta imune inata.”

 

A descoberta reforça um conceito básico da nutrição saudável, o de ingerir menos alimentos industrializados e mais alimentos naturais, como são as frutas!

 

Uma doce maneira de introduzir esta fruta maravilhosa na sua alimentação :) Receita de Cheesecake de Mirtilos

 

 

Fonte: Maravilhoso U Jatobá

 

publicado às 23:12

Radicais Livres # Antioxidantes

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 05.02.15

Os radicais livres são moléculas produzidas naturalmente pelo organismo durante processos como respiração e produção de energia. Essas moléculas reagem com componentes do corpo, podendo causar diversos danos à saúde. Para evitar e neutralizar a ação dos radicais livres, o organismo produz moléculas chamadas antioxidantes. No entanto, o problema acontece quando ocorre um excesso de radicais livres e a quantidades de antioxidantes naturais são insuficientes para neutralizar a sua ação, contribuindo dessa maneira, para o envelhecimento precoce e até mesmo o surgimento de várias doenças.

 

Antioxidantes x Perda de Peso 


A relação entre os antioxidantes e o controle do peso também é conhecida. Algumas dessas substâncias têm ação anti-inflamatória, ou seja, além de combater os radicais livres, diminuem a inflamação no corpo. E quanto menos inflamado, o organismo responde melhor ao processo de emagrecimento.

Por isso, para potencializar o emagrecimento, vale aumentar a quantidade de alimentos com ação antioxidantes consumidos. Veja abaixo as principais substâncias antioxidante e onde encontrá-las:

 

Licopeno: está em alimentos de cor vermelha como o tomate, melancia, morango, goiaba, pitanga, beterraba.

Betacaroteno: encontrado em alimentos de cor amarelo-laranja como a cenoura, abóbora, mamão, damasco, manga, batata-doce.

Flavonoides: encontrado em alimentos como o chá verde, brócolis, salsa, suco de uva integral, nozes e chocolate amargo.

Vitamina A: presente em alimentos como fígado, gema de ovo, leite, manteiga, folhas verde-escuras, frutas e hortaliças de cor amarela e laranja.

Vitamina C: está nas frutas cítricas (laranja, kiwi, acerola, abacaxi, entre outras), tomate e pimentão.

Vitamina E: encontrada em alimentos como óleos vegetais, gema de ovo, frutas oleaginosas, gérmen de trigo e manteiga.

Selênio: disponível em cereais integrais, leite, manteiga, pão integral, aveia, salmão, camarão e oleaginosas.

Cobre: achado em alimentos como fígado, nozes, leguminosas e cereais integrais.

Zinco: está no leite, queijos, ovos, fígado, leguminosas, farelo de trigo, carnes e nozes.

 

Fonte: Nutrição P & Saudavel

publicado às 22:36


Mais sobre mim

foto do autor



Detox Original! 10% Desconto com o código: DINORABASTOS


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Posts mais comentados