Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dieta Macrobiótica # Vamos experimentar?

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 11.08.14

 

Dieta/Alimentação/ Culinária Macrobiótica

 

Os fundamentos da dieta macrobiótica assentam em crenças e filosofias orientais que atualmente têm algum impacto no mundo ocidental. Tem como objetivo o equilíbrio entre as energias vitais (opostas e complementares) yin e yang e da teoria dos 5 elementos (metal, agua, terra, madeira e fogo).

A dieta tem como princípios um estilo de vida em harmonia com a natureza e uma alimentação simples, equilibrada e balanceada.

 

"Alimentos yin":

. álcool

. açúcar

. café

. especiarias

. lacticínios

 

Os alimentos ricos em energia yin libertam energia criando o relaxamento, de modo a que o corpo fique mais leve e mais aberto. No entanto, o consumo excessivo (frequente) conduz á fraqueza!

 

"Alimentos yang":

. aves

. queijo

. carnes vermelhas

. ovos

. sal

 

Os alimentos ricos em energia yang recolhem energia criando força e firmeza no organismo. Contudo, o consumo regular destes alimentos conduz à estagnação, congestão, pensamentos rígidos.

 

Quer os alimentos ricos em energia yin, quer os alimentos ricos em energia yang são evitados nesta alimentação. No entanto, não há alimentos eliminados/proibidos completamente da dieta. As escolhas alimentares dos macrobióticos dependem de vários fatores (sexo, idade, atividades físicas, ambiente onde estão inseridos e até do local onde residem).

Por exemplo, um individuo macrobiótico em Portugal não necessita, à partida, de grande ingestão carne e/ou peixe, devido às características climatéricas do país. No entanto, um Nórdico já pode (ou deve) ingerir uma maior quantidade destes alimentos (dado as temperaturas bastante mais frias dos países Nórdicos).

 

Alimentos Standard da Dieta Macrobiótica:

. fruta e sumos de fruta local

. vegetais de folha verde

. vegetais redondos

. raízes

. leguminosas

. algas

. cereais

. peixe

 

◊ 40 a 60% de cereais integrais (arroz integral, cevada, milho, aveia, trigo, centeio)

◊ 20 a 30% de vegetais (diversos e preparados com vários métodos de confeção)

◊ 5 a 10% de leguminosas (lentilhas, gão de bico)

 

Ocasionalmente também consomem algas, peixe, sementes e frutas oleaginosas.

EVITAM: carne, gordura animal, ovos, lacticínios, álcool, açúcar e produtos refinados, adoçantes artificiais e outros aditivos.

 

Os alimentos devem ser produzidos localmente (o mais perto do local de consumo possível) e idealmente eleger os da época.

 

A dieta macrobiótica pode sofrer alterações ao longo da vida, ou seja o padrão pode ser modificado de acordo com os fatores já descritos (idade, sexo, etc.).

 

Já se encontram alguns estudos que relacionam a dieta macrobiótica com a diminuição de doenças cardiovasculares e como adjuvante de tratamento/prevenção do cancro. Mas ainda será necessário mais investigação.

 

Potenciais riscos e complicações:

Devido a reduzida ingestão de alimentos de origem animal, uma das carências nutricionais mais frequentes é VITAMINA B12 e FERRO.

 

Este texto tenta, resumidamente, dar-lhe a conhecer esta dieta que me está apaixonar :)

Muito mais ficou por dizer… Talvez num próximo post.

 

Algumas sugestões da nutri e do restaurante Ki Macrobiótico:

 

- SOPA DE MISO: legumes, alga wakamé e miso de cevada

- SOPA DE LENTILHAS VERMELHAS: lentilhas sem casca, cenoura, abóbora hokaido, cebola e alga kombu.

 

- MOUSSE DE MORANGO: geleia de arroz, agar-agar, amido de milho, morangos.

- BOLO DE BAUNILHA E SEMENTES DE PAPOILA: farinha de trigo, óleo de girassol, geleia de arroz, leite de soja, baunilha em pó, sementes de papoila. -"CHEESECAKE" DE AMORA: biscoitos sem açúcar, óleo de girassol, leite de soja, geleia de arroz, agar-agar, amido de milho, amoras.

 

 

Se ainda não conhece, arrisque! Vai ver que não se arrepende ;)

 

Agradecimento ao restaurante Ki Macrobiotico**

 

publicado às 16:38



Mais sobre mim

foto do autor



Detox Original! 10% Desconto com o código: DINORABASTOS


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog