Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Diário de uma magra # A minha “dieta” # Truques e dicas

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 13.05.14

 

Boa noite magrinhos, gordinhos e assim-assim,

 

Sempre percebi que as pessoas têm curiosidade sobre a minha alimentação. Mas ultimamente tenho recebido muitas mensagens com várias questões sobre a minha alimentação. “O que come?”, “Quantas vezes come por dia”, “Se como muito… pouco”, “que tipo de limentos evita” etc.

 

Comecei a escrever este post no fim-de-semana, com vista para o mar e inspiração máxima, mas o meu pensamento era: será que a divulgação da minha dieta, do meu ritual de alimentação pode ajudar alguém??? Ao certo que dados precisam para começarem o longo e tortuoso caminho que é a perda de peso?

 

Nós somos únicos a nossa dieta também! Não me canso de dizer esta frase.

 

Basta-nos olhar para a tremenda variabilidade individual de aspecto, talento e personalidade, para perceber que é pouco provavél que as nossas necessidades sejam idênticas.

 

Posso descrever o meu dia exaustivamente e não se ajustar, minimamente, a si.

O Plano Alimentar (prefiro dizer “Plano Alimentar”, a palavra dieta pode ter uma conotação muito negativa) deve ser SEU e para SI, sempre de acordo com a sua atividade física, preferências e horários.

 

Copiar a “dieta” do amigo, desta ou daquela atriz, da apresentadora X ou do atleta X, etc., nem sempre dá bom resultado. Ou melhor nunca dá resultado. Somos seres únicos e com necessidades nutricionais muito especificas para termos uma alimentação igual á do vizinho.

Esqueça a dieta da beterraba, da sopa, dos 40 ou 50 dias, da melancia ou do vizinho. Tem que mudar o seu estilo de vida na totalidade e tudo é possível. A mudança será para a vida e nunca para uma semana, um mês ou para o Verão.

 

Mas vou referir alguns pontos genéricos que acho importantes, e que pode ajuda-lo.

 

A base da minha alimentação é a Roda dos Alimentos, excelente guia de educação alimentar. Sigam, não se vão arrepender.

 

Tento variar o máximo possível e experimentar novos alimentos (parte que nem sempre consigo, acho que tenho neofobia… uma das minhas muitas fobias). Pode acreditar, eu NUNCA experimentei Sushi!!!! Está na moda, eu sei… É bom diz você, mas eu ainda não consegui experimentar.

É um desafio todos os dias ter uma alimentação variada e não monótona.

 

Como faço várias refeições por dia, não abuso nas quantidades.

 

Mesmo que a refeição seja um manjar dos deuses NUNCA como até ficar empanturrada NUNCA.

 

Sou obcecada com os horários das refeições, o que com uma vida agitada nem sempre é fácil de cumprir. Férias é um stresse, jantares fora de casa (tardios) é um stresse… :( :( :(

 

O pequeno-almoço é a minha refeição preferida… e às vezes, confesso, que exagero.

 

Ao jantar como o mínimo possível, refeição leve e pobre em hidratos de carbono (disse pobre não isenta).

 

A água faz parte do meu dia, desde o levantar até ao deitar (e durante a noite também vou bebericando). Sem dúvida a minha  bebida de eleição.

Além de água bebo infusões variadas, adoro todas que têm gengibre!!!

 

Infusão de gengibre e hortelã dá-me anos de vida.

 

Café é um vício, SEMPRE sem açúcar, e estou a disciplinar-me para não ultrapassar os 3 por dia, vamos ver se consigo.

 

Saladas e legumes estão sempre presentes e em quantidades generosas (meio prato pelo menos). Ou em cru ou cozidos ou salteados (com pouca gordura claro) eles não podem faltar.

 

Adoro queijo (de todas as marcas de todas as cores e feitios) consigo comer queijo do pequeno-almoço ao jantar. Adoro, adoro e adoro. Não há dia queijo no meu dia alimentar (mais um vicio, como podem ver tenho muitos). A maioria das vezes opto por queijos magros.

 

Carne e peixe, alimentos que não aprecio muito, sempre em pequenas quantidades. Carnes vermelhas não fazem parte da minha alimentação, por gosto pessoal mas aconselho uma vez por semana. Pois, apesar de terem o valor calórico mais elevado também têm nutrientes interessantes.

 

Pão…  Hummm… Pão é bom e gosto muito. Nas refeições intermédias (pequeno almoço e lanches) nunca me apete. Onde me sabe mesmo mesmo bem é ao almoço ou ao jantar… Mas evito confesso. Quando “perco a cabeça” e lá vai o pão, não há outro hidrato de carbono na refeição.

 

As frutas oleaginosas e bagas de goji também não podem faltar! Sempre em quantidades moderadas ;)

 

Não toco em açúcar!!!!

Não adiciono o açúcar a nada. Foi eliminado da minha alimentação desde os 18 anos. Obvio que há uma serie de alimentos que têm açúcar adicionado e é difícil escapar a todos, mas evito ao máximo esse tipo de alimentos.

Não vou mencionar as pipocas (com açúcar e gordura) porque vocês já sabem a minha relação com elas (poucas vezes, mas quando é É!)

Pasteis ou qualquer produto de pastelaria, alguns bem difíceis de resistir, evito evito e evito. Raramente como.

 

Bebidas alcoólicas não bebo desde sempre. Porque não aprecio e porque têm 7 kcal/g. Uma caipirinha pode chegar às 350 kcal (imagine se ingerir numa noite 2… 3… é um aporte calórico que arruína qualquer dieta).

 

O mais importante é você perceber que precisa de perder peso e a importância que isso terá na sua saúde.

 

E não se esqueça de fazer exercício físico, só assim alcança um corpo perfeito!

 

PS: Prometo que numa próxima vez serei mais especifica ;)

 

Lanchinho preparado pela minha mami (iogurte magro com 4 castanhas do maranhão), no melhor sítio do Mundo, a minha casa :)

 

Beijinhos,

Nó***

publicado às 23:02


2 comentários

De Fatima Marques a 18.10.2014 às 11:01

Eu adoro ler o que escreve,mas tenho excesso de peso e nao consigo controlar principalmente se tiver triste ou irritada so como descontroladamente sem ter fome, ja fiz dietas mas nunca cheguei a concluir nenhuma. Trabalho interna numa casa particular nao fasso exercicio fisico tenho uma menina com quase 4 anos e desde que nasceu nunca fui ao normal. Que me aconcelha doutora. Tenho 30 anos peso 86kg tenho um trabalho muito parado tomar conta de um casal idoso, no qual passo o dia todo metida em casa so saio para ir levar e buscar a minha filha á escola sem regras na alimentação. Me ajude eu sou a fatima Marques sou de penafiel trabalho no porto o meu email é fatimaladeiras@hotmail.com.

De Diário de uma Magra by Dinora Bastos a 20.10.2014 às 15:53

Boa tarde Fátima! Enviei agora um mail. Bjos***

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Detox Original! 10% Desconto com o código: DINORABASTOS


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog