Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Alimentos que podem prevenir doenças!

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 23.04.14

 

Nunca se estudou tanto a relação entre os alimentos e a prevenção de doenças como atualmente.

No entanto, não é uma tarefa fácil, uma vez que a interação entres os diferentes constituintes de cada alimento e o individuo é enorme.

Acrescentado a tudo isto, a variabilidade genética é mais um entrave na investigação científica.

Apresento alguns alimentos, mas existe uma lista enorme de alimentos que têm funções benéficas na nossa saúde.

A ingestão dos alimentos não invalida a consulta de um especialista, médico ou nutricionista, para melhor tratar a patologia.

 

Milho

O milho é, atualmente, um dos cereais mais cultivados do Mundo mas pouco consumido pelo Homem.

A sua riqueza em fibra promove a saciedade e reduz o risco de cancro do cólon.

É um alimento pobre em gordura (uma boa alternativa para planos de emagrecimento).

O fitonutriente luteína (cor amarela) confere proteção a doentes diabéticos e hipertensos:

. Previne a degeneração macular – visão turva;

. Controla metabolismo da glicose.

 

 

Alho (considerado durante muitos anos alimento-medicamento):

O alho não é um alimento nutricionalmente muito rico, no entanto tem uma quantidade apreciável de fitonutrientes que lhe conferem propriedades protetoras para o organismo:

. Alicina (responsável pelo hálito) tem uma notável ação antibacteriana e antifúngica.

. Saponina limita a absorção do colesterol.

. Ácido cumárico combate o cancro (próstata e estomago)

Estudo revelam que a suplementação de alho pode-se baixar a pressão sanguínea (sistólica e diastólica).

 

 

Beringela:

A beringela é rica em potássio, magnésio e fibra e em fitonutrientes (flavonoides).

A quantidade de fibras (solúveis) confere uma maior saciedade ao longo do dia, ajudando no controlo de peso (obesidade).

Os flavonoides existentes na casca da beringela (antocianinas) têm a capacidade de reduzir o colesterol total e o LDL (“mau colesterol”).

 

 

Brócolos

Os brócolos fornecem vitamina C e A e betacarotenos.

Existem mais de 300 estudos que relacionam a ingestão de brócolos e o combate ao cancro da mama, próstata e da tiroide.

O Indole-3-carbinol é um composto de enxofre responsável pela diminuição do crescimento das células tumorais (principalmente da mama e tiroide).

O Sulforafano pode prevenir o crescimento da bactéria H. pylori (causa de ulceras e outras doenças do estomago).

 

 

Cebola

As cebolas são boas fontes de fibra, vitamina C e folato.

O antioxidante flavonoide (quercetina) diminui o risco de cancro do pulmão.

O fitonutriente Alil-sulfito ajuda na “saúde cardíaca”: baixa colesterol LDL, diminui risco de aterosclerose e AVC.

A cebola, ainda, contribui para melhorar a densidade óssea nas mulheres. Diminui o risco de fraturas ósseas antes e após a menopausa.

 

 

Tomate

O tomate é um alimento rico em vitamina C e potássio e carotenos.

Fitonutrientes: antioxidantes licopeno e betacarotenos (maior eficácia quando o tomate é cozinhado ou triturado)

O licopeno reduz o risco do cancro da próstata e tem efeitos cardio-protetores.

 

 

Abacate:

O abacate é um excelente fornecedor de gordura monoinsaturada (“gordura boa”) saudável para o coração.

Fruto rico em proteína, potássio, magnésio, vitaminas do complexo B, E e K.

A sua riqueza em fitonutrientes, nomeadamente o beta-sitosterol, garante-lhe a propriedade de reduzir o colesterol total, o colesterol LDL e os triglicerídeos e aumentar o colesterol HDL (“bom colesterol”).

O fitonutriente beta-sitosterol também tem sido associado à redução do tamanho da glândula da próstata e combate do cancro da próstata (ainda há poucos estudos, mas todos apontam para esta associação).

 

 

Uvas

Este alimento é rico em vitamina C e potássio.

As sementes contêm uma quantidade grande de poderosos antioxidantes.

Os fitonutrientes, proantocianina e resveratrol, estão associados à Saúde Cardíaca (aumento colesterol HDL e diminuição do colesterol LDL).

As uvas vermelhas têm carotenoides que pode ajudar no cancro da mama e da próstata.

Também a função cognitiva pode beneficiar com a ingestão de sumo de uva (melhora a memoria, coordenação e equilíbrio).

Estudos recentes indicam que extratos de sementes podem ajudar a limitar a absorção e acumulação de gordura (dos alimentos), ou seja benéfico para o controlo de peso.

 

 

Soja (leguminosa)

A soja apresenta um bom aporte de proteínas e pode ser um boa fonte de cálcio.

Tem sido associada á diminuição de fraturas ósseas em mulheres na menopausa.

Cancro da mama:

Apesar da maioria dos estudos sugerirem que uma dieta rica em soja tem um efeito protetor no cancro da mama (devido ás isoflavonas) estudos recentes apontam o inverso.

Em mulheres diagnosticadas com cancro da mama hormona-dependente, as isoflavonas presentes na soja podem estimular o crescimento dos tumores sensíveis ao estrogénio.

Precaução!!

 

 

Sardinha

Este peixe fornece um bom aporte de proteínas de alto valor biológico, cálcio e vitamina D.

A sardinha é riquíssima em ácidos gordos ómega 3 (benéficos para o coração).

A quantidade de gordura varia consoante a época do ano, sendo nos meses de Setembro e Outubro os que apresentam um maior valor.

Esta característica, riqueza em ácidos gordos ómega 3, confere-lhe um efeito cardiovascular protetor – reduz a pressão arterial e os níveis de triglicerídeos.

 

Azeite (atenção 9 kcal/g)

O azeite é constituído por gordura monoinsaturada, com efeitos benéficos na saúde cardiovascular.

O ácido oleico, principal ácido gordo do azeite ajuda na:

. Redução o colesterol LDL (mau colesterol):

. Aumento do poder anti-inflamatório;

. No fortalecimento do sistema imunitário.

 

 

Chocolate # Cacau(já discutido num post anterior)

Os benefícios do consumo de chocolate estão intimamente associados ao seu teor de cacau (e á sua quantidade de polifenois) responsável pela:

. Diminuição dos processos inflamatórios;

. Melhoria dos mecanismos antioxidantes;

. Diminuição do risco de doenças cardiovasculares.

O chocolate é um alimento extremamente calórico (com grandes quantidades de gordura e açúcar).

 

“Que o teu alimento seja o teu medicamento”. Hipócrates (460-377 a.C.).

 

 

publicado às 18:22



Mais sobre mim

foto do autor



Detox Original! 10% Desconto com o código: DINORABASTOS


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog