Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Programa Consultório # Porto Canal

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 03.04.16

porto canal 2.jpg

 

porto canal 1.jpg

 

Com a querida apresentadora Rute Braga!

Agradecimento especial Castigo E Delito Fashion Store!

 

 

publicado às 20:02

Comece a Semana com Pequenas (GRANDES) mudanças # Perda de Peso

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 07.03.16

C:\Documents and Settings\fteixeira\Ambiente de tr

 

Com o início de um novo ano, a chegada do verão, “um casamento próximo” vem sempre a promessa “eu vou perder peso!”.


Mas, mais importante do que estabelecer esta meta de perda de peso/emagrecimento é fundamental definir pequenas alterações no seu dia-a-dia que vão ajuda-lo a ser mais saudável, e, a perda de peso acontece naturalmente (e para sempre)!


Pois, aquilo que eu acredito é fazer pequenas mudanças ao longo do tempo, para o resto do tempo.


Pequenas alterações para uma grande mudança:

“Vou começar a treinar pelo menos 2 vezes por semana”;

“Vou começar a mastigar bem a comida e não aspira-la”;

“Vou diminuir (eliminar) o açúcar da minha alimentação!”…

Isto sim é o que realmente importa!


Algumas sugestões…


Faça do Sono um Prioridade!


Os benefícios de um sono tranquilo e suficiente são inúmeros!

Sem as horas necessárias de um bom sono, vem uma cascata de consequências negativas para a sua saúde, como por exemplo:

. Maior dificuldade em pensar tão claramente;

. Falta de energia para “derreter” nos treinos;

. Mais com fome, e para o tipo errado de alimentos.


Dicas:
. Comprometer-se a estar na cama 30 minutos mais cedo do que você costuma fazer;
. Definir um alarme para o ajudar lembrar-se que tem que dormir (parece ridículo, mas funciona);

. Desligar telemóvel, computador e todos os dispositivos que captem a sua atenção;

. Beber uma chávena de chá de ervas calmantes e tranquilizantes e um bom livro, também é uma boa receita para um sono calmo e reparador.


Faça as refeições sentado e num ambiente calmo (principalmente os lanches ao fim do dia)!


Comer sem distrações permite-lhe apreciar mais a sua comida e ter a real noção do que efetivamente está a comer.

 

Quantas vezes chega a casa ao fim do dia e vai petiscando até á hora do jantar?

Tem noção do que realmente comeu?


“Uma bolachinha, passados 10 minutos uma fatia de queijo, depois vai outra bolachinha, e até ao jantar não paro!”. Faz-lhe lembrar alguém?

Dicas:
Quando chegar a casa prepare o seu lanche, sente-se e delicie-se.

Evite o petiscar!


Relaxe!


Mais fácil dizer do que fazer, certo?

Com a sociedade “não-stop” em que vivemos, tempo para relaxar parece um prémio.
Dica:
Pare apenas 5 minutos para se sentar, respirar, e não se preocupe com “o agachamento” ;) Apenas esqueça tudo.


Acredite em mim, a vida vai continuar nesse espaço de tempo e você
vai-se sentir melhor


Prepara as refeições semanalmente!


Quando se trata de uma alimentação saudável, a preparação é a chave.

Todas as semanas, reserve 10 minutos para anotar as refeições da semana seguinte, os mantimentos que você precisa, os alimentos que você pode preparar antes do tempo, ou os alimentos que gostava de experimentar.

Isso vai permitir que você economize muito tempo e vai ajuda-lo a fazer escolhas mais saudáveis.


Leia os rótulos!


Se você está apenas no inicio, ler os rótulos é uma obrigação.


Dica:

Veja a lista de ingredientes para todo e qualquer alimento que
você compra que vem em um pacote.

Você vai ficar surpreendido com a quantidade de alimentos simples (como amêndoa torrada, picles, conservas de legumes) são secretamente carregados com conservantes, gorduras trans e açúcares.


Mantenha-se afastado das tentações!


Nós todos temos os nossos vícios… Batatas fritas salgadas, chocolates, gelados, pasteis (e no meu caso pipocas). E, é tão fácil abusar sem pensar quando temos estes alimentos à disposição. Mas, mantê-los fora do alcance, pode ajudar a mantê-los fora da mente.


Dica: Mantenha os alimentos "gatilho" longe de si...“longe da vista, longe do coração da boca)!

 

Ser saudável não custa :)

Boa semana!

 

publicado às 16:57

Proteína & Vegetal

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 07.02.16

vegann.jpgQuando você ouve falar em "proteína", provavelmente, pensa logo em carne ou peixe.

Mas você pode querer considerar a substituição por algumas fontes vegetais. Alimentos como grãos de soja, cereais integrais, frutas oleaginosas, sementes e alguns legumes podem constituir uma fonte proteica interessante e com baixo teor de gordura saturada e, ainda, contêm fitonutrientes que podem ajudar a prevenir algumas doenças. 

 

Alguns alimentos que eu adoro e que apresentam uma boa quantidade de proteína:

 

Espargos

Uma chávena e meia de aspargos cozidos tem mais de 6 gramas de proteína - que é aproximadamente o mesmo que um ovo grande.

Este alimento fornece também ácido fólico (uma vitamina importante especialmente para as mulheres em idade fértil), vitamina C, ferro e mais de 2 gramas de fibra por chávena.

Grelhados ou cozidos ao vapor os espargos fazem pratos maravilhosos.  

 

Aveia

A aveia apresenta cerca de 5-6 gramas de proteína por chávena.

Ela fornece beta-glucana, um tipo de fibra solúvel que ajuda a diminuir o colesterol no sangue.Os hidratos de carbono complexos da aveia combinados com proteínas e fibra vão ajudar mantê-lo satisfeito durante mais tempo.

Eu uso a aveia para fazer pão, bolos, biscoitos ou "panquecas de proteína”.   

 

Sementes de Chia

As Sementes de Chia são uma boa fonte de proteína, com apenas 2 colheres de sopa de sementes de chia secas, você pode adicionar até cerca de 3 gramas de proteína a qualquer refeição.

Elas, ainda, fornecem ácidos gordos essências (que o organismo não consegue produzir e que só pode obter a partir dos alimentos que comemos) o - ómega 3 e 6. Alguns estudos mostram que estes ácidos gordos podem ajudar a reduzir a inflamação e doenças cardíacas.

Pode utilizar as sementes de chia em várias situações, o seu sabor suave torna-as um complemento perfeito para muitos pratos (saladas, bolos, pão, sobremesas) e até mesmo para adicionar a bebidas como sumos ou smoothies ou iogurtes.

Dica: utilize como agente de gelificação totalmente natural para ajudar a fazer pudins e compotas.  

 

Cereais Integrais

Incluindo cereais feitos a partir de trigo, trigo-sarraceno, cevada, KAMUT, painço, amaranto pode aumentar a sua ingestão diária de proteína, proporcionando uma variedade de nutrientes.

Por exemplo, 1 chávena de trigo-sarraceno cozido tem mais de 5,5 gramas de proteína e 1 chávena de milho cozido tem mais de 6 gramas de proteína.

Estudos mostram que a adição de cereais integrais na sua dieta pode diminuir o risco de muitas doenças crónicas, como diabetes e doenças cardíacas.

Troque o pão branco por outro feito com vários cereais (de preferência com adição de sementes) e se estiver com “espirito aventureiro” numa refeição troque a carne por um hambúrguer de trigo-sarraceno.

 

Outras fontes:

vegan.jpg

A carne e o peixe são, sem dúvida, excelentes fornecedores de proteína e não deve exclui-los da sua alimentação, mas deve ter presente que a proteína existe em vários alimentos e a moderação e a variedade alimentar são fundamentais para uma alimentação saudável.

 

 

publicado às 18:42

Emagrecer pode ser fácil!

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 13.01.16

 

peso.jpg

Uma dieta nova aparece, outra desaparece. É assim ano após ano!

 

Mas já pensou que, por vezes, basta pequenas alterações nos seus hábitos alimentares para reduzir o seu peso?

 

Hábitos alimentares renovados devem ser mesmo a sua estratégia para gestão de peso!

O teste “do tempo” a sua melhor avaliação!

Não queira perder muito peso em pouco tempo. Preferia pouco peso de cada vez, mas durante muito tempo!

 

Hoje deixo-vos 10 dicas!

 

Treine seu cérebro!

Seja específico sobre o seu objetivo de perda de peso. O cérebro deteta a diferença entre onde você está e onde você quer ir (e ser), então quando você está focado, o seu cérebro “lança recursos” como a força de vontade, motivação, determinação para atingir o seu objetivo. 

 

Não salte o pequeno-almoço!

Tomar um bom pequeno-almoço vai dar-lhe energia para o dia e ajuda a controlar os níveis de saciedade. 

 

Divida a sobremesa!

Apetece-lhe MESMO MESMO uma sobremesa? Divida!  

 

Evite lanches noturnos!

O seu metabolismo fica mais lento quando você dorme! Se tem o hábito de fazer lanches noturnos tente contrariar esse vício. Não consegue? Procure ajuda de um profissional que lhe dará estratégias para mudar esse mau hábito.

 

Questione os seus desejos!

Antes de comer, pergunte a si mesmo:" Estou com fome? "!

Se não tiver fome, comer não vai satisfazê-lo.

 

Faça o seu próprio almoço!

De acordo com um estudo de 2012 no Jornal da Academia de Nutrição e Dietética, quem faz mais almoços em casa consegue perde mais peso.

 

Comece as refeições principais com saladas e/ou legumes!

Se começar o almoço e jantar com saladas e/ou legumes consegue ingerir menos quantidade de comida, logo diminui o valor calórico da refeição.

 

Faça snacks e pequenas merendas!

Comer de três em três horas ajuda a dizer “não” às tentações. Evite ficar muitas horas sem comer, vai ajuda-lo a não devorar o frigorifico quando chega a casa!

 

Escreva o seu Diário Alimentar!

De acordo com um estudo de 2012 do Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics mulheres que fazem um diário alimentar perdem mais peso.

 

Nunca faça compras com fome!

Vá sempre de “barriga cheia” e com uma lista do que realmente precisa!

Evita compras desnecessárias (e calóricas).

 

 

 

 

publicado às 21:27

Osteoporose # Cálcio # Vitamina D

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 22.11.15

 

C:\Documents and Settings\fteixeira\Ambiente de tr

 

“A Osteoporose é uma doença do esqueleto, podendo atingir qualquer porção do mesmo. Caracteriza-se pela diminuição da resistência óssea, tornando os ossos mais vulneráveis a fraturas.
O nosso esqueleto está preparado para suportar cargas em diversos sentidos e de diversas formas: o osso osteoporótico torna-se frágil, quebradiço, incapaz de suportar cargas, mesmo que mínimas.


O osso é constituído por minerais, dos quais se salienta o cálcio, e por matéria orgânica rica em proteínas, entre as quais se destaca o colagéneo (que é a proteína mais abundante do nosso organismo).


A quantidade de massa óssea é adquirida, quase na totalidade, até aos 20 anos: entre os 20-30 anos é atingido o auge em termos de massa óssea a que se chama capital ósseo, que vai diminuindo a partir dos 40-45 anos de uma forma contínua em ambos os sexos e, no caso da mulher, de forma abrupta e rápida depois da menopausa.


Na verdade, à medida que a idade avança, o processo contínuo e obrigatório de remodelação óssea (indispensável e desejável num osso normal) realiza-se de uma forma desequilibrada: isto é, o osso destruído é sempre superior ao osso formado.
Isto conduz a uma estrutura óssea composta por travessas muito finas a que se chama trabéculas, que se tornam mais frágeis e descontínuas.
Por vezes, a Osteoporose pode ser acelerada por certas doenças ou medicamentos (por exemplo: derivados da cortisona).

 

Perante uma Osteoporose instalada e adequadamente diagnosticada, é necessário, na maioria das vezes, recorrer a medicamentos, co-adjuvados de cálcio e vitamina D, podendo estes elementos vir da dieta ou de suplementos.”

 

Osteoporose e Alimentação

 

Para prevenir a osteoporose é fundamental a ingestão de alimentos com cálcio e vitamina D, exposição solar moderada e prática regular de atividade física. Garantir a ingestão adequada de cálcio e vitamina D durante a infância ajuda a prevenir a osteoporose na vida adulta.

 

Os alimentos ricos em cálcio ajudam a melhorar não só a estrutura dos ossos e dentes, mas também a força e contração muscular e até a coagulação sanguínea.

 

O leite e derivados (iogurte e queijo) são considerados as principais fontes de cálcio, pois estes apresentam maior biodisponibilidade (melhor absorção).

Outras fontes: As hortaliças de folhas verdes escuras (como a couve, folha de mostarda, brócolos e nabo), soja, sardinha, salmão, moluscos, algumas algas, amêndoa, tofu, ovos, nozes e alguns alimentos enriquecidos.

 

O consumo regular de alimentos ricos em cálcio e vitamina D é importante para o desenvolvimento das crianças e grávidas, durante a menopausa e na terceira idade, estando particularmente indicado para prevenir e tratar a osteoporose.

 

Garantir a ingestão adequada de cálcio e vitamina D durante a infância ajuda a prevenir a osteoporose na vida adulta.

 

Links Relacionados: Vitamina D # Fontes Alimentares # Sol # Inverno

 

Fontes:

Definição de Osteoporose - Instituo Português de Reumatologia

Foto: Google

 

publicado às 08:48

Omega 3 # Pela sua Saúde

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 13.11.15

alimentos-omega-3.jpg

O ómega 3 é um ácido gordo da família das gorduras polinsaturadas. As principais fontes alimentares são os peixes gordos (como por exemplo: o salmão, cavala, sardinha) e as frutas oleaginosas (nozes, amêndoas, avelas).

 

Algumas funções que tornam esta gordura um importante componente da sua alimentação:

  1. Equilibra o colesterol: o ómega 3 reduz o LDL (“mau” Colesterol) e aumenta o HDL (“bom” colesterol);
  2. Protege o coração: previne as doenças cardiovasculares;
  3. Estimula o cérebro: o ómega 3 atua no desenvolvimento da bainha de mielina, componente dos neurónios. Por isso, melhora o desempenho cognitivo, a atividade cerebral e a comunicação celular;
  4. Bebes saudáveis: quando consumido durante a gravidez, ele reduz a possibilidade de partos prematuros e pode aumentar o QI do bebe, principalmente depois do terceiro semestre.

 

Fonte: Nutrição Pratica e Saudável

publicado às 00:10

Castanhas # Castanhas Assadas

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 18.10.15

C:\Documents and Settings\fteixeira\Ambiente de tr

 

Quem não gosta de uma castanha assada nesta época do ano?

 

As castanhas, típicas da estação fria do ano, de sabor rico e doce, ao contrário das frutas oleaginosas (nozes, amêndoas) ou sementes, têm um teor relativamente mais baixo em calorias, têm menos gordura, mas são ricas em hidratos de carbono, fonte de minerais, vitaminas e fito-nutrientes que beneficiam a saúde.


A composição nutricional das castanhas é comparável ao de outros alimentos como o arroz integral, batata-doce, milho doce, batata. No entanto, as castanhas ainda são boas fontes de minerais, vitaminas e alguma proteína de boa qualidade.


São uma boa fonte de fibra dietética, proporcionando entre 3 a 8,1 g de fibra (cerca de 21% de RDI) por 100 g. A fibra da dieta ajuda a reduzir os níveis de colesterol no sangue, limitando a absorção de colesterol em excesso no intestino.


As castanhas destacam-se, ainda, pela sua riqueza em vitamina-C. A vitamina C é necessário para a formação da matriz nos dentes, ossos e vasos sanguíneos. Sendo um forte antioxidante, que oferece proteção contra os radicais livres nocivos.


Tal como os vegetais verdes, as castanhas são ricas em folatos. O ácido fólico é necessário para a formação de células vermelhas do sangue, e a síntese do ADN. O consumo adequado de alimentos ricos em folatos durante o período pré-concepção ajuda a prevenir defeitos do tubo neural no feto.


São uma fonte interessante de ácidos gordos monoinsaturados. Estudos sugerem que a gordura monoinsaturada na dieta ajuda no reduzir o colesterol - LDL (mau colesterol) - e aumentar os níveis no sangue HDL (colesterol bom).

 

Uma vez que, as castanhas são isentas de glúten são um dos ingredientes que têm vindo a ganhar popularidade na preparação de fórmulas de alimentos sem glúten destinados para uso em pacientes sensíveis ao glúten, alergia do trigo, e doença celíaca.

 

Bos razões para incluir castanhas na sua dieta!

Mas, como sempre a dose pode fazer o veneno!

 

Informação Nutricional de 100g de castanhas:

 

C:\Documents and Settings\fteixeira\Ambiente de tr

 Fatsecret*

 

Pode incluir as castanhas como acompanhamento do almoço ou jantar ou como merendas/snacks.

Faça escolhas saudáveis e a sua vida será melhor :)

 

publicado às 09:07

Regresso às aulas # Dicas Nutrição # Hidratação

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 22.09.15

C:\Documents and Settings\fteixeira\Ambiente de tr

 

Seu filho está bebendo bastante?


Você sabia que seu filho pode não estar realizando na escola, porque eles são adequadamente hidratado? Um estudo de Harvard publicado recentemente no American Journal of Public Health descobriu que mais da metade das crianças e adolescentes não está adequadamente hidratado. Um resultado de má hidratação pode cognitivamente e fisicamente impactar estudantes. Mesmo uma desidratação leve pode produzir dores de cabeça, reduziu o funcionamento cognitivo, irritabilidade e mau desempenho físico. A água também é necessário pelo corpo para a regulação da temperatura, resíduos, metabolismo e circulação.

Com a hidratação sendo uma questão tão importante para o desempenho escolar, ele fez a última parcela de Lunchox Lessons, encher-se de Fluidos!

A quantidade de líquidos que o seu filho precisa? Este gráfico do USDA divide-os por alimentos e líquidos.

O seu filho bebe água?


Você sabia que seu filho pode não ter o aproveitamento máximo na escola, porque ele não está, adequadamente, hidratado?

 

Um estudo da UHarvard, publicado recentemente no American Journal of Public Health, descobriu que mais da metade das crianças e adolescentes não está adequadamente hidratado. A má hidratação pode diminuir o desempenho cognitivo e físico. Mesmo uma desidratação leve pode provocar dores de cabeça, reduzir o funcionamento cognitivo, provocar/aumentar irritabilidade e mau desempenho físico.

A água também é necessário para a regulação da temperatura corporal, resíduos, metabolismo e circulação.
“Que quantidade de líquidos que o meu filho precisa?”

 

Este gráfico divide as necessidades por alimentos e líquidos:

 

C:\Documents and Settings\fteixeira\Ambiente de tr

 

 Não se esqueça de colocar água na lancheira do seu filho… A melhor bebida para hidratar!

 

publicado às 20:18

# Amendoim #

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 28.04.14

amendoim.jpg

 

Bom dia,

Com um dia tão bonito e agradável o que realmente apetece é passar a tarde à beira-mar numa esplanada :)


Mas, como não há esplanada sem tremoço e amendoins, o post de hoje tem mesmo que ser sobre os amendoins:

O amendoim possui uma elevada densidade nutricional, ou seja, numa pequena quantidade de alimento apresenta uma quantidade considerável de nutrientes.
Além desta riqueza em nutrientes, o amendoim possui uma boa quantidade de antioxidantes, chegando mesmo a competir com os frutos e legumes. Investigações científicas identificaram elevadas concentrações de polifenois e betasitosterol (conhecido pelas suas propriedades anticancerígenas. São, igualmente, excelentes fornecedores resveratrol (antioxidante presente no vinho tinto que confere proteção cardiovascular).
No entanto, não se pode descurar do seu elevado valor calórico. Um pires (cerca de 70g) apresenta cerca de 400 kcal. Um valor bastante elevado, apesar de apenas 8% ser de gordura saturada. O amendoim é isento de colesterol e gordura trans (a mais prejudicial ao organismo).

O
s amendoins, devido à sua quantidade de proteína e fibra, ainda possuem um elevado poder saciante. 


O seu consumo moderado está associado a menores níveis de colesterol, triglicerídeos e menor risco de cancro colorretal  .
Bem, agora não vamos abusar!!!

Vamos petiscar, mas SEMPRE com muita moderação!

 

Bom Descanso :)

publicado às 21:18


Mais sobre mim

foto do autor



Detox Original! 10% Desconto com o código: DINORABASTOS


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog