Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Diário de uma Magra # Teatro # Rita Ribeiro # Gisberta

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 24.08.14

 

Olá magrinhos, gordinho e assim-assim!

 

O teatro é mesmo uma paixão! Adoro, adoro e adoro. Infelizmente, não tenho ido com a mesma regularidade que ia quando morava no Porto. Aveiro é uma cidade maravilhosa, mas ainda não nos oferece as mesmas oportunidades que a cidade do Porto ou Lisboa.

 

Mas sempre que posso lá vou eu, e este sábado fui :)

 

“Gisberta” foi a minha escolha, no Cinema-Teatro São Jorge na Avenida da Liberdade:

 

Texto e encenação: Eduardo Gaspar e interpretação: Rita Ribeiro!

 

Rita Ribeiro interpreta a história ficcional, com contornos realistas, da mãe da transexual Gisberta, que foi barbaramente assassinada no ano de 2006, na cidade do Porto, vítima da violência de 14 jovens internos de uma instituição católica. Durante a peça, ela vai relatando a um jornalista factos da vida do “seu menino”, desde a infância até o momento em que parte do Brasil em busca do direito de ser vista e respeitada como mulher. Fala da sua dificuldade em aceitar a identidade de género do filho e das várias tentativas de o dissuadir, ainda na infância, a não seguir um caminho por ela e por muitos considerado “anti-natura”; fala da saudade que sente do “seu menino”; do arrependimento por tê-lo deixado partir...

 

 

 

 

 ADOREI... e a Rita Ribeiro é fántástica :)

 

As próximas atuações serão:

 

. Dia 29 de Agosto no Casino da Figueira da Foz

. Dia 3 de Outubro em Coimbra

. Dias 23 e 24 de Outubro em Leiria no Festival de Teatro 'Acaso'.

Em 2015 a peça regressará à Cidade Invicta. 

 

Não falte… É um espetáculo bonito, intenso e verdadeiro!

 

 

Este tipo de acontecimentos, como o que é relatado na peça, não devem ser esquecidos para que não voltem a acontecer.
Rita Ribeiro deu voz à dor de uma Mãe e relembrou que Gisberta existiu, viveu e era um Ser Humano que sofreu e a quem fizeram sofrer.
Junto uma das fotos que encontrei de Gisberta para relembrarem quem foi.” Rita Ribeiro

 

“Cada um faz sua própria opção e você não tem o direito de oprimi-la. Homofobia não se justifica, se combate e se destrói. Somos todos iguais.”

 

“Não julgue alguém pela sexualidade quando você não quer ser julgado pelo caráter.”

Jean Lacerda

 

Boa semana!

 

Beijinhos,

 

Nó***

 

publicado às 21:52



Mais sobre mim

foto do autor



Detox Original! 10% Desconto com o código: DINORABASTOS


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog