Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pela sua Saúde Mexa-se!

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 19.08.14

 

"Na era atual merece particular destaque a importância da atividade física no controlo de peso. No fundo esta é a causa que faz a maioria pessoas praticar atividade física!"

 

Efeitos benéficos do exercício regular na saúde:

 

No peso e na composição corporal:

 

. Diminui a gordura corporal, sobretudo a gordura abdominal profunda

. É fundamental na prevenção e tratamento da obesidade

. Preservar a massa muscular

 

Na prevenção e tratamento da diabetes:

 

. Otimiza a ação da insulina

. Baixa a glicemia

. É fundamental na prevenção e tratamento da diabetes tipo II

 

Na prevenção das doenças cardiovasculares:

 

. Previne e melhora a hipertensão arterial

. Previne e melhora as alterações das “gorduras do sangue”: triglicéridos, colesterol total e as suas frações

. A sua ação na insulina é muito importante a este nível também

 

No funcionamento do coração:

 

. Melhora o seu funcionamento (o coração é um musculo muito treinável)

. Confere-lhe estabilidade elétrica, protegendo-o de arritmias graves

. Aumenta a sua irrigação, tornando-o menos vulnerável a um ataque

 

Na circulação venosa:

 

. É a melhor prevenção das varizes

Na composição do sangue e no risco de tromboses:

. Diminui a tendência das plaquetas entupirem os vasos (agregação)

. Diminui a concentração de certas substâncias que conferem excessiva tendência de coagulação ao sangue, o que aumenta o risco de tromboses

 

Na imunidade:

 

. Aumenta a capacidade de defesa a infeções

. Certos cancros são mais frequentes nos indivíduos sedentários

 

No aparelho locomotor:

 

. Aumenta a massa óssea, prevenindo a osteoporose

. Aumenta o tónus muscular, melhorando a postura

. Melhora a saúde das articulações

. Evita as limitações de movimento e melhora a flexibilidade´

. Melhora a estrutura dos tendões e do colagénio

 

No crescimento e desenvolvimento:

 

. Promove o desenvolvimento físico, psíquico e social mais harmonioso das crianças e jovens

Na evicção de drogas:

. É útil no combate à toxicodependência

. Talvez ajude a motivar quem quer deixar de fumar ou beber a fazê-lo

 

A nível psicológico:

 

. Importante ação antidepressiva

. Reduz o estado de ansiedade

. Melhora a função cognitiva

. Melhora a autoestima e autoconfiança

. Diminui o stress e por isso a libertação basal de adrenalina, o que é importante em termos de risco de ataque cardíaco e de obesidade abdominal

 

 

"Ser desportista é uma opção, mas ser activo é uma obrigação"

Themudo Barata

Fotos: Google

 

publicado às 23:14

Diário de uma Magra # Lovely Work

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 19.08.14

 

"O prazer no trabalho aperfeiçoa a obra."

Aristóteles

 

 Be Happy, Be Healthy, Be you!

publicado às 18:51

Diário de uma Magra # Milho # Cuscuz Nordestino

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 17.08.14

 

Boa noite magrinhos, gordinhos e assim-assim!

 

Depois de publicar a matéria sobre as pipocas “Pipocas # Milho # Pequena Maria”, a minha amiga brasileira, Sandra, enviou-me esta receita tipicamente Nordestina de “cuscuz de milho”.

 

Fiquei encantada e decidi partilhar com vocês!

 

Há várias receitas de cuscuz, mas ela enviou-me o compactado salgado tipicamente nordestino, que pode ter adição de manteiga, margarina, queijo, ovo frito ou outro alimento a gosto e café com leite para acompanhar.

 

Receita do Cuscuz Nordestino:

 

Ingredientes:

 

. 3 Chávenas de farinha de milho pré-cozida em flocos pequenos (não é fubá)

. 1 Chávena de água 1 colher (chá) de sal

 

Modo de preparação (25 minutos de confeção):

 

. Num recipiente, adicione a farinha de milho pré cozida;

. Acrescente o sal, misture e adicione a água. Deixe descansar por 3 a 5 minutos.

. Coloque água na cuscuzeira até atingir a marca.

. Transfira a mistura para a cuscuzeira.

. Cozinhe por cerca de 15 a 20 minutos em fogo baixo. Sirva quente com o acompanhamento que preferir :)

 

Nota: Típica do Nordeste, a cuscuzeira é projetada para preparar o tradicional cuscuz nordestino. Normalmente produzido com farinha de milho e servido com leite ou ovo frito. O cozimento acontece por causa da evaporação da água que fica na parte de baixo da panela. Na parte de cima fica a forma que armazena a mistura de farinha. Essa forma também pode ser removida, para desenformar mais facilmente o cuscuz.

 

O prato de cuscuz, devido à sua riqueza em fibras, é muito saciante.

 

Quero experimentar!!

 

   

 

 

 

 

 

 

 

Se tiver duvidas consulte este link: https://www.youtube.com/watch?v=Btw_bjequJo

 

Alguém sabe onde posso comprar uma cuscuzeira?

 

Fotos e receita de Sandra BatFer Marques

 

Beijinhos

 

Nó***

 

publicado às 22:45

Diário de uma Magra # Paz # My Perfect World

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 17.08.14

 

 

"Nunca poderemos obter paz no mundo exterior até que consigamos estar em paz com nós próprios."

Dalai Lama

 

Be Happy, Be Healthy, Be you!

publicado às 18:29

Diário de um Magra # Pipocas # Milho # Pequena "Maria"

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 16.08.14

 

Oi oi magrinho, gordinhos e assim-assim,

 

As consultas de obesidade infantil são as que exigem mais de mim, enquanto pessoa e profissional, pelos mais diversos motivos. Mas são, quase sempre, as mais puras, engraçadas, divertidas e… as que “aprendo” mais.

 

Na semana passada, a pequena “Maria” chegou ao meu consultório cheia de energia e com muito para me ensinar. Depois de uma consulta com a sua médica Pediatra pediu à mãe para “ir falar com uma nutricionista”.

 

Entrou, sentou-se e tirou uma folha com a Roda dos Alimentos da sua malinha e disse: “Dra. Eu preciso de perder peso porque estou gordita, mas primeiro queria que me explicasse a Roda dos Alimentos, porque a minha mãe já me explicou mas eu não concordo com ela”.

Bem.. Já podem imaginar que a consulta foi interessante :) A pequena “Maria” com apenas 5 anos sabia para o que vinha e não veio desprevenida.

 

Depois de, exaustivamente, estudada a Roda dos Alimentos e do relato do seu dia alimentar reparei que a “Maria” raramente bebia leite e na tentativa de perceber porque perguntei:

- “Maria não gostas de leite?”…

- “Sim… gosto!!!!”

- “Ontem e hoje não bebeste”… Sem me deixa terminar a frase responde-me, rapidamente, com um sorriso nos lábios, olhos rasgados e ar de marota:

- “Não esteve atenta… Hoje de manha, ao pequeno-almoço, comi pão-de-leite!!!!”. Obviamente, que sabia bem o que estava a dizer :) maravilhosa!

 

Toda a consulta foi uma “negociação” entre eu, a “Maria” e a mãe da “Maria”… Onde a pequena criança tinha sempre uma ideia genial para nos dar a volta.

 

Depois da minha lengalenga toda sobre alimentação saudável, podes ou deves comer… evita… esse alimento sim… aquele é melhor não etc etc… A “Maria” farta de me ouvir e tentando que eu permitisse o seu chocolate disse: “A Dra. não tem um alimento que goste muito muito muito e que não consiga deixar de comer?”… “Sim.. As pipocas….” Mais uma vez, sou interrompida pela pequena Maria que me diz: “Dra. Esse alimento não vale. As pipocas são milho e o milho faz bem à saúde”!

 

É esta maneira deliciosa de ver o Mundo que me encanta nas crianças.

 

Ontem, quando estava a chegar ao cinema e já com a minha cabeça a mil por causa do maldito vicio das pipocas… pensei: A MARIA É QUE TEM RAZÃO!

Vou-me esquecer, por breves instante, que as pipocas gostosas têm MUITA gordura de péssima qualidade e MUITO açúcar e vou apreciar o momento.

 

E, como todo o bom viciado, apesar de saber que o seu vicio faz mal tenta sempre ver um lado positivo! Por isso, aqui vai:

 

O milho é, atualmente, um dos cereais mais cultivados do Mundo mas pouco consumido pelo Homem.

O milho apresenta uma riqueza em hidratos de carbono (amido) alguma proteína e vitaminas e minerais.

A sua riqueza em fibra promove a saciedade e pode diminuir o risco de cancro do cólon.

É um alimento pobre em gordura (uma boa alternativa para planos de emagrecimento).

O fitonutriente luteína (cor amarela) com propriedades antioxidantes, alegadamente confere proteção a doentes diabéticos e hipertensos:

. Previne a degeneração macular – visão turva;

. Controla metabolismo da glicose.

 

 

Ora, nem mais! O milho faz bem… As pipocas são feitas com milho… as pipocas fazem bem :) eh eh eh!

 

Bom fim-de-semana e apreciem a vida!

 

Beijinhos para todos e um Xi-coração para a "Maria" e a mãe que me deixou partilhar esta história.

 

Nó**

publicado às 16:51

"Olhos nos Olhos" # Olheiras # Parte I

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 15.08.14

"Olheiras... olheiras… malditas olheiras!”

 

As olheiras são, de facto, um drama para muitas mulheres.

 

Pedi ao meu “médico de serviço” e amigo :) Dr. Rodrigo para nos explicar afinal o que são as olheiras e como podem ser evitadas e/ou tratadas.

 

 

Ainda me lembro da minha avó em casa com pepinos gelados nos olhos no final do dia... E não era por causa da expressão “coma com os olhos"... Na verdade era a boa e velha sabedoria popular... O pepino (Cucumis Sativus) tem efeitos calmantes sobre a pele, e associado com o frio, promove melhoria temporária do aspeto da hiperpigmentação periorbicular constitucional, vulgo “olheiras”.

 

Hoje em dia, com a evolução da medicina, principalmente, na área da dermoestética, podemos contornar esse problema de forma mais profissional e duradoura.

 

A “olheira” é uma afeção multifatorial, muito prevalente na população geral, com distribuição muito similar entre os sexos e as raças e com aumento da incidência à medida que envelhecemos. E por ter mais que um fator predisponente, o tratamento combinado é o que produz melhores resultados.

 

É importante salientar que, a pele da região periorbital (ao redor dos olhos) chega a ser três vezes mais fina que o resto da face, e pela menor espessura, existe uma maior visualização dos vasos e maior facilidade de acumulo de líquidos intersticiais nesta região. Estas características peculiares desta zona condicionam a uma necessidade de tratamentos específicos, como por exemplo o uso de c remes “contorno de olhos”.

 

Também é importante ressaltar que o uso de corretivos e maquilhagem, apesar de efetivos na melhoria da aparência, servem apenas como uma solução temporária, sendo o ideal a correção dos fatores etiológicos para obter resultados duradouros.

 

Os principais fatores contribuintes ao aparecimento das “olheiras” são:

 

- Estilo de vida

. Uso de cigarros: gera radicais livres e toxinas danosas aos tecidos; 

. Ruim qualidade do sono: interfere na produção de hormonas e substâncias reparadoras da pele;

. Má alimentação: carência nutricional com défice de macro e microelementos fundamentais para formação das estruturas de sustentação da derme e para reparação tecidual, assim como excesso de consumo de sal (que favorece a formação de edema palperal);

. “Stress” físico e mental: promove aumento da produção de óxido nitroso, substância com efeito vasodilatador e cortisol, hormona com efeito catabólico no organismo.

 

- Hereditariedade

Determina as características da pele e da estrutura óssea da região periorbicular, assim como a existência de maior translucidez da epiderme palpebral.

 

- Alergias

Pacientes atópicos tem maior tendência à fricção repetida provocada pelo prurido na região ocular, assim como a formar edema e pigmentação pós-inflamatórias nesta zona.

 

- Medicação

O uso de substâncias vasodilatadoras, hormonas, antipsicóticos, quimioterápicos e alguns colírios, estão associados à maior prevalência desta afeção.

 

- Idade

Com o passar dos anos existe um adelgaçamento da pele e uma perda progressiva das estruturas de sustentação das camadas dérmicas, o que resulta num maior sombreamento local, resultado da flacidez tecidual, e uma maior facilidade de formação de edemas.

 

Dr. Rodrigo Ayoub

Especialista em Medicina Estética e Dermocosmética

 

 

Não perca a Parte II desta matéria que lhe vai dar toda a informação sobre os tratamentos que existem no mercado.

Fique atento e acabe com os "olhos de panda" :)

 

publicado às 16:00

Fruta # Sumos bons # Melancia # Melão

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 14.08.14

 

Os alimentos com menos calorias são, habitualmente, legumes, saladas e frutas! Estes alimentos apresentam poucas calorias, mas estão carregados de nutrientes! E com um bónus… pois, são os que têm uma maior percentagem de água, o que irá ajudar a manter-se hidratado, sobretudo no verão!

As frutas, sem dúvida, são alimentos indispensáveis para uma boa alimentação, rica em vitaminas, minerais, antioxidantes e fibras.

Deve optar sempre pela fruta da época!

 

Melancia

 

A melancia, conhecida pelas suas características depurativas e saciantes, tem apenas 24 calorias por cada 100g e 94 por cento do seu peso é água.

A cor avermelhada da sua polpa deve-se ao licopeno, um poderoso antioxidante.

É uma das frutas com maior quantidade de vitamina C e produz um efeito desintoxicante e diurético. É também rica em vitaminas A, B1, B2 e niacina.

À semelhança de outras frutas, é pobre em gorduras e em sódio, por isso é perfeita para quem quer perder peso.

 

Sugestão da Nutri:

. Coloque num liquidificador melancia e bastante gelo.

. Triture tudo e depois adicione folhas de hortelã.

 

 

Um sumo muito refrescante e uma moleta para a perda de peso ;)


Melão

Esta fruta tem apenas 27 calorias por cada 100 g e a sua polpa amarelada é constituída essencialmente por betacarotenos.

Uma porção de 100 g proporciona mais de metade da dose diária recomendada de vitamica C que, adicionada aos betacarotenos, faz desta fruta um antioxidante quase em estado puro, aliado contra o cancro e as doenças cardiovasculares.

É um excelente depurativo e rehidratante, rico em cálcio, fósforo, magnésio e potássio.

 

Sugestão da Nutri:

. Coloque num liquidificador melão, kiwi e adicione água a gosto.

. Triture tudo e adicione raspas de gengibre.

 

 

Um sumo amigo do intestino e do seu metabolismo ;)

 

publicado às 15:44

Diário de uma Magra # Uma turista em Lisboa # Bacalhau # Limonada sem açúcar

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 14.08.14

 

 

Holla magrinhos, gordinhos e assim-assim,

 

No meu passeio pela capital, ando numa onda de conhecer Lisboa, almocei num restaurante mesmo no largo do Chiado muito engraçado “Vintage Gourmet”.

 

 

 

 

 

A minha escolha foi “Bacalhau assado com salada verde” e para beber uma limonada (sem açúcar).

 

O bacalhau é um dos meus peixes preferidos, gosto de TODAS as maneiras e feitios, cozinhado com métodos de confeção mais simples e mais saudáveis até ao bacalhau frito com cebolada e às pataniscas.

O bacalhau não sendo, propriamente, um peixe gordo tem o teor de colesterol elevado, portanto o seu consumo não deve ser exagerado!

Este peixe é um bom fornecedor de selénio e de vitamina B12 e proteínas de elevado valor biológico. Saliento, o aminoácido essencial triptofano (percursor da serotonina) que tem um papel importante na melhoria do humor e da memória.

Devido ao seu processo de conservação, o bacalhau tem um alto teor de sal. Desvantagem que pode ser minimizada com demolha eficiente, troca regular de água e não adição de sal durante a confeção.

 

 

Hummmm… o prato de bacalhau estava muito saboroso mesmo. A confeção no ponto e a apresentação 5 estrelas. A quantidade, bem a quantidade… para mim foi suficiente, mas os meus primos fartaram-se de reclamar ;) eh eh eh!

 

 

A limonada estava deliciosa. E sem açúcar!!!! É bem difícil encontrarmos limonada sem açúcar. A minha prima teve que adicionar 1 (ou 2 pacotes) de açucar, eheheheh! E o meu primo não alinhou na limonada :( Optou, e muito bem, por um bm copo de vinho tinto!

 

O limão é a fruta mais conhecida e usada do mundo! Deixo apenas algumas caracteristicas:

 

- Excelente fonte de vitamina C e sais minerais;
- Pouco calórico;
- Alivia a sensação de boca seca (coloque gotas de limão sobre a língua ou tome alguns goles de suco diluído sem açúcar para estimular o fluxo de saliva);
- Pode ser utilizado para temperar os alimentos como salada, aves, peixe ou chás;
- Para obter o máximo do sumo, coloque o limão em água morna por alguns minutos antes de espremer;
- É uma ótima alternativa para molhos mais saudáveis dos aqueles a base de óleos, maionese ou manteiga;
- A casca do limão contem limoneno, um óleo que pode irritar a pele de pessoas sensíveis. Portanto, estas pessoas devem evitar o consumo da chamada limonada suíça, que é feita com o limão inteiro batido no liquidificador;
- Ao manipular o limão, não se exponha ao sol;

 

Beijinhos

 

Nó**

publicado às 00:33

Guia para uma Cozinha Internacional Saudável

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 13.08.14

 

Se vai viajar em breve registe estas notas que lhe podem ser uteis :)

 

Estas sugestões vão ajudá-lo a saborear o exótico sem perder o controlo das calorias, gordura, colesterol e sódio.

 

Cozinha Chinesa

 

 

Prefira: pratos refogados ou guisados (peça que sejam preparados com pouco óleo) ou cozinhados a vapor, peixe estufado, e sopas agridoce.

 

Evite: os fritos em geral. Wontons fritos, crepes, tostas de camarão e arroz frito. Para limitar o sal, peça que o seu prato seja preparado sem sal nem glutamato de sódio. Peça o molho de soja (contém um elevado teor de sódio) e outros molhos à parte.

 

Cozinha Francesa

 

 

 

Prefira: marisco cozinhado a vapor, aves assadas no forno, saladas com temperos à parte, e molhos à base de vinho ou de tomate, com bordelaise ou o provençal.

 

Evite: sopa de cebola francesa (com elevado teor de sódio e rica em gordura se tiver queijo), molhos muito gordos (béchael, holandês ou béarnaise), croissants e patês.

 

Cozinha Grega

 

 

Prefira: plaki (peixe cozinhado com tomate, cebolas e alho), kebabs de frango (frango assado com tomate, cebolas e pimentos) ou salada grega (molhos sempre à parte).

 

Evite: pratos com muito óleo ou manteiga, com baba ghanouj (entrada à base de beringela) e baklava (sobremesa à base de massa de filo, manteiga, nozes e mel). Para limitar o sódio, evite azeitonas, anchovas e queijo feta.

 

Cozinha Italiana

 

 

Prefira: marinara (tomate com alho e cebolas), marsala (à base de vinho), molho de ameijoas e massa primavera com vegetais frescos um fio de azeite. Pratos de peixe e de frango preparados de forma simples também são boas escolhas.

 

Evite: massa recheada com queijo ou carne gorda e pratos com molhos de natas ou manteiga. A vitela parmesão (cozinhada com queijo parmesão) tem adição de gordura.

 

Cozinha Japonesa

 

 

Prefira: arroz a vapor, massa soba ou udon, ykisoba, yakitori (frango teriyaki), shumai (massa recheada cozinhada a vapor), tofu, sukiyaki, kayaku gohan (vegetais e arroz).

 

Evite: tempura de camarão ou vegetais, frango, katsu, tonkatsu (porco frito), camarão panado, tofu frito (queijo de soja).

 

Cozinha Mexicana

 

 

Prefira: peixe grelhado, camarão e frango com molho à base de tomate, malaguetas e cebola. Peça tortilhas de milho (têm menos gordura e calorias do que as de farinha) desde que não sejam fritas. Para acompanhamento, peça arroz ou feijão (preto, frade ou puré de feijão). Certifique-se com o empregado de que os acompanhemntos não são cozinhados com gordura (banha).

 

Evite: pratos com grandes quantidades de queijo, natas e guacamole. As batatas podem ter bastante gordura e calorias.

 

Boa viagem e boas férias ou bom trabalho :)

 

Fonte: A Dieta da Clinica Mayo

publicado às 13:11

Petiscos # Quais as melhores opções

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 12.08.14

 

Os petiscos, típicos de Verão, nem sempre são saudáveis… mas sempre muito apetecíveis!

 

Hoje vou dar-lhe algumas dicas e informações de alimentos disponíveis em snacks, esplanadas e bares de praia, para fazer (ou tentar fazer) as melhores escolhas:

 

- Perceves, ameijoas, camarões:

 

Camarões: apresentam um bom valor proteico, de ómega 3 e água

Ameijoas: ricas em ferro e vitamina B12 (nutrientes excelentes para melhorar anemia)

Perceves: ricos em vitaminas do complexo B, selénio e zinco (potentes antioxidantes)

 

Estes petiscos têm um valor calórico, relativamente, baixo e podem ser uma boa escolha, mas tenha atenção ao método de confeção.

Pois, 100g de camarões cozidos tem, sensivelmente, 90 kcal e 100g de camarão frito tem cerca de 200 kcal!!!

 

E não abuse nos “acompanhamentos”, normalmente, cerveja e pão!

 

-Caracóis:

 

Baixo valor calórico, sendo 80% do seu peso água!

Para quem aprecia, ai está uma ótima opção :)

 

- Tremoço e amendoins:

 

Dois alimentos completamente diferentes:

1 pires de tremoços: 100 kcal

Rico em fibras (promove a saciedade ao longo do dia, diminuindo a sensação de fome)

 

1 pires de amendoins: 600 kcal

Apesar de os amendoins, também, terem características nutricionais interessantes, para quem quer perder ou manter o peso deverá consumi-los com moderação.

 

Ambos devem ser sem (com pouco) sal!

E, mais uma vez tenha atenção aos “acompanhamentos” .

 

- Chouriço, paio, presunto:

 

Alimentos ricos em gordura saturada (“má”), valor calórico elevado e excessivamente salgados.

 

A “melhor” opção é o presunto (menos quantidade de gordura), comparativamente, com os outros enchidos/fumados.

 

Ora veja: 100g de presunto tem cerca de 13g de gordura e 100g de chouriço de porco tem à volta de 53g de gordura/100g (é diferente não acha?).

 

- Salgadinhos (rissóis, bolos de bacalhau)

 

“Lixo” alimentar! Alimentos muito calóricos e valor nutricional muito baixo!

1 bolo bacalhau (25g): 140kcal

 

 

Faça sempre escolhas conscientes :) e não se esqueça que nos petiscos, como na alimentação em geral, "a dose pode fazer o veneno".

 

E se é o caso BOAS FÉRIAS :)

 

publicado às 19:00



Mais sobre mim

foto do autor



Detox Original! 10% Desconto com o código: DINORABASTOS


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog