Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Flash NUTRITION Interview # Vanessa Silva

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 11.06.16

Vanessa.jpg

Idade: 26 anos

Peso: 70

Altura: 1,60

% Gordura: 32%

Profissão: Técnica de Segurança e Saúde no Trabalho

 

Que grande diferença :)

Qual foi o motivo (motivação) para a mudança de estilo de vida?

Um dos motivos que me levou a decidir emagrecer, foi quando me apercebi o quanto este aumento de peso estava debilitar a minha saúde e comecei a sofrer as consequências graves como: hipertensão e ritmo cardíaco muito alto.

A partir desse momento assumi um compromisso comigo mesma e pensei: Sou jovem, tenho toda uma vida pela frente e não vou continuar a desperdiçar-la.

Decidi então mudar a minha alimentação!

 

Como era a sua alimentação antes de emagrecer? E agora, como é?

Hoje, quando penso no tipo de alimentação que tinha, questiono porquê?    

A verdade é que não existe resposta para este porquê, pode ser derivado a acontecimentos, momentos da nossa vida e hábitos que desencadeiam estes comportamentos e distúrbios alimentares.

 

Hoje em dia, uma das medidas que adotei foi a de tomar pequeno-almoço em casa, pois reduz a tentação de voltar a hábitos antigos, uma vez que a variedade de escolha existente nos estabelecimentos é enorme e é quase impossível ficar indiferente a tanta iguaria.

 

Outra das alterações foi a eliminação de consumo de leite, apesar de gostar, o leite não é um bem essencial para um adulto e pode ser retirado sem consequências algumas.

Opto antes por uma peça de fruta ou 1 iogurte ou até um chá quente em alturas mais frias.

 

Almoço e jantar sempre foram cheios de hidratos e muitas vezes usava dois hidratos!

Hoje a minha alimentação é variada, composta por vários alimentos que gosto e sei que me fazem bem!

 

Em casa não existe refeição alguma que não tenha legumes! Legumes tem que estar sempre presentes na minha mesa, para além de fazerem bem, os legumes tornam qualquer prato mais apelativo, pelas suas diversidades de cores.

 

Os meus hábitos alimentares continuam saudáveis pois durante a reeducação adaptei-me a este estilo de vida, e desta forma não sinto necessidade dos alimentos que ingeria antigamente, que eram excessivamente calóricos.

Aprendi que a comida saudável não tem de ser insípida, e que pode ser super saborosa, bastando um pouco de imaginação.

 

Quando sentes que fizeste algum “pecado” tens algum truque para compensar? Se sim qual?

Engraçado é algo que me perguntam muitas vezes :)

Bem não tenho segredo nenhum, mas a verdade é que quando faço algum abuso grande, no dia seguinte obrigatoriamente tenho de treinar é uma das regras! A outra regra é cortar na totalidade nos hidratos de carbono (arroz, massas, pão...) e comer apenas uma salada simples com proteina nas refeições principais.

Para compensar os estragos tenho mesmo de fazer um dia muito leve e compensar com o ginásio, de forma a não ver a minha balança a subir.

 

O exercício físico faz parte da tua vida?

Sim sem dúvida!

Nos meus momentos de fraqueza, por incrível que pareça, sempre utilizei o desporto como escape, frequento aulas de grupo muito dinamicas e essas aulas ajudam-me a distrair e a combater a ansiedade de comer.

 

Tratamentos estéticos sim ou não? Aconselhas?

Tratamentos estéticos,nunca fiz! Mas se tivesse possibilidades fazia, pois conheço alguns que ajudam muito principalmente na retenção de liquidos que as mulheres infelizmente temos muito!

Assim sendo acho que o o unico tratamento estético que fiz foi treinar :)

 

Quanto pesava? Qual o seu peso depois de emagrecer? Em quanto tempo emagreceu?

Atingi os 112kg, e ao longo de quase 1 ano e meio, consegui perder 42 kilos.

Hoje com 1,60 altura peso 70 quilos! Ainda quero perder mais alguns e com determinação irei conseguir, certamente atingir o meu objectivo.

 

Um conselho para quem queira perder peso?

A reeducação alimentar é extremamente difícil, ninguém pode dizer o contrário. Só com muito esforço e vontade se consegue esta alteração, o nosso corpo está habituado a uma determinada alimentação e essa súbita mudança não é fácil, mas não é impossível!

 

Costumo dizer que os primeiros 15 dias são os mais difíceis, depois tudo se torna mais fácil pois o corpo habitua-se.

 

Penso que não existem segredos para conseguir perder peso, mas um dos meu pontos fortes que me ajudou na minha perda de peso foi na inovação de receitas saudáveis.

O conselho sem dúvida que dou é não experimentem fazer dietas extremas, mas sim criarem um estilo de vida que vos ajude a sentir melhor, com mais vitalidade e energia, as vezes uma redução simples ou uma pequena alteração alimentar é o suficiente para notar o início da mudança.

 

Um sonho: Ter 58 quilos :)

 

Um momento inesquecível (desportivo):

Sem dúvida um dos momentos mais inesqueciveis que tive foi numa aula privada com um personal trainer, num treino ele ter dito que queria que eu fosse ao meu limite! Consegui!

No final chorei! Chorei de dor, de cansaço mas ao mesmo tempo de felicidade de o ter conseguido.

Foi um momento muito bom, pois cheguei a conclusão que nós conseguimos sempre o que queremos| E nunca divemos dizer não consigo!

 

Prato preferido Saudável: Esparguete de courgette salteado com camarão e atum

 

Perca a a cabeça com (“pecado gastronómico”): Bacalhau com natas, sem dúvida eu sou apaixonada por este prato!

 

Quer partilhar uma das suas receitas preferidas? Pode enviar foto, se tiver.

É difícil escolher uma receita que eu possa dizer que é a minha favorita, pois tenho muitas. :)

Todas as receitas, foram feitas por mim e sempre testadas e aprovadas lá em casa, claro.

 

Mas tenho uma que se destaca o Esparguete de Curgete com Gambas e Tomate Cherry (uma receita colocada muito recentemente no meu blog (Receita Aqui!l).

 

É impossivel não gostar, a simplicidade deste prato com apenas 3 ingredientes (curgette, gambas e tomate cherry), fizeram um prato lindo, brilhante, delicioso e saudável.

Ao longo destes anos que faço uma alimentação mais saudável, umas das coisas que luto é na mudança de habitos da minha mãe... este prato foi provado e aprovado por ela!

Só mostra que a simplicidade na confecção na comida é o maior truque para a deixar deliciosa.

 

Um lema de vida: Somos o que fazemos mas somos, principalmente, o que fazemos para mudar aquilo que somos

 

Prazeres Saudaveis - Facebook

https://www.facebook.com/PrazeresSaudaveis/

 

publicado às 15:55

Flash NUTRITION Interview # Carlos Miguel

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 20.03.16

blog.jpg

 

Nome: CARLOS MIGUEL

Altura: 1,77 m

Peso Máximo: 86 kg

Peso Atual: 65 kg

Profissão: Técnico Sup. de Animação Socioeducativa

 

O excesso de peso fez parte da tua infância/ adolescência?

Eu era daquelas crianças gordinhas que não gostava de exercício físico. Não me mexia muito! E gostava (e gosto!) de comer. Na adolescência, quando começamos a ter consciência de nós mesmos, comecei a ver-me de outra forma, sem no entanto mudar hábitos ou estilo de vida. Fruto do crescimento acabei por emagrecer. Mas sem um estilo de vida ativo e saudável, não durou muito tempo.

 

Porquê? (excessos alimentares? Más escolhas alimentares? Falta de exercício físico?)

 

Essencialmente por falta de atividade físico. Como me achava gordinho, pensava que não me adaptava ao exercício físico. E como não o fazia, engordava! Uma espécie de rotunda, em que não chegava a lado algum! O efeito psicológico tem uma importância fundamental nisto tudo. A autoimagem e a autoestima atuam numa dialética, ora positiva ora negativa. Também o exercício físico, na altura na escola, não me cativava e eu também pouco motivado para isso, nem queria saber! Erro meu!

 

Foi um aumento gradual ao longo dos anos?

Após a adolescência, quando fui estudar para Coimbra então engordei imenso. Maus hábitos alimentares, muita comida processada, sem controlo. Engordei nesta altura até aos 86 kg. Peso que se foi mantendo, embora oscilando um pouco, por alguns anos. Comecei a não gostar do que via. Como me sentia. Comecei a fazer umas caminhadas, às vezes umas voltas de bicicleta… mas sem uma alimentação saudável, os resultados nem eram resultados!

Até que decidi que precisava de ajuda para mudar!

 

A decisão de perder peso foi difícil?

Não foi. Demorei a tomar uma atitude mais concreta, mas quando decido algo, por norma é para ser, até ao fim. E fui a uma consulta de nutrição.

 

O que te motivou a mudar? 

Como disse, não gostava do que via, como me sentia.

 

Alteraste hábitos alimentares? 

Muitos!

 

Quais as principais alterações na tua alimentação? 

Foi essencialmente menos comida processada e doces. Eu comia imensos doces. Se apanhava um pacote de bolachas, comia o pacote todo. Só porque sim, porque gostava (e gosto!). Passei ter horários para comer. Com quantidades adequadas. E passei a beber mais água.

 

O que te custou mais? (a nível alimentar)? 

Cortar nos doces, nos bolos, nos açúcares! Coisas boas eheheh

 

3 Alimentos que consideres fundamentais num plano alimentar?

Para mim o ideal é conseguir conciliar o fundamental com o que gostamos, numa harmonia. Para mim, é essencial ter do grupo dos cereais o arroz (porque prefiro arroz ahaha), depois a carne e o peixe e a fruta.

 

3 Alimentos que evitas? Porquê?

Bolos, doces, açúcar. Comida processada. Refrigerantes. Porque não me fazem bem. Porque não me sustentam. Mas não faco grandes sacrifícios agora. Se me apetece um doce, como. Mas isto depois de chegar a um ponto em que me controlo e tenho já um estilo de vida que me permite esse “miminho”.

 

Treinas durante a semana? Que tipo de treino fazes? 

Isto foi por fases. Quando procurei ajuda para emagrecer, consegui. Mas mesmo assim houve uma falha. Não consegui ganhar o gosto pelo exercício físico. Fazia de vez em quando caminhadas, bicicleta. Até me inscrevi no ginásio. Mas não gostava muito! Mas fui mantendo o peso, embora com oscilações. Deixei o ginásio.

Entretanto há cerca de 2 anos, ou talvez menos, dei conta que estava a perder o controlo na alimentação de novo. Começava a engordar de novo. E praticamente sem exercício físico.

Voltei de novo ao Espaço Saúde. Mas sem grande gosto! Na altura só treinava duas vezes por semana, fazia Bodypump. Mas era quase obrigado a ir! E a dada altura andava mesmo desmotivado!

Até que há uns meses, me deu um clique. É preciso às vezes parar e perguntar: “Afinal queres o quê?” Tomei uma decisão. E comecei a treinar quase todos os dias. Aulas diferentes, com escolhas mais variadas. Faço quase tudo hoje! BodyPump, CxWorx, BodyAttack, GRIT, Treinos Funcionais, Spinning, … Porque gosto, porque me sinto bem! E então sim, comecei a descobrir um novo “eu”. Dou por mim a fazer coisas que nunca pensei fazer. Hoje ir correr ao final do dia ou ao fim de semana, ou ir treinar ao Espaço Saúde faz parte minha vida.

 

A tua autoestima melhorou?

Sim, sem dúvida! Quem me conhece reparou como tudo acabou por mudar na minha vida!

 

Um conselho para quem quer (e precisa mudar)?

Se temos de mudar, há que mudar. Ninguém o faz por nós! Temos nós de ter o controlo sobre a nossa vida. O que somos, como queremos ser! E às vezes sermos duros connosco mesmos! Comigo foi uma luta interior de anos, com falhas pelo meio, com excessos de todos os tipos, desde comer demais, até comer o insuficiente. Mas nunca desistir do essencial: nós mesmos!

 

Tudo isto foi um caminho que fizeste sozinho?

Havia sempre alguém me “obrigava”. Mas não conseguia motivar. O clique teve que ser meu! Quando resolvi ver tudo isto um novo olhar, os treinadores do Espaço Saúde tiveram um papel muito importante, em concreto o Ricardo Fernandes e a Neiza Lima. Respeitando o espaço e ritmo de cada um, a garra deles cativou-me! E hoje admiro-os imenso!

Depois, com tantos treinos e mesmo com uma alimentação mais saudável, senti que algo mesmo assim estava a falhar. Foi quando procurei a Dinora, que já conhecia, para me ajudar a adaptar o meu plano alimentar a este novo estilo de vida. O que tem sido uma mais-valia que tem resultado!

Depois, na vida, com um novo olhar, acabei por ir descobrindo pessoas que gosto de as ver como “diabos-anjos” que trazem pelo estilo de vida, um novo ânimo! Porque isto não é um processo acabado!

 

Prato preferido: continuo a gostar da batata frita, do bife e do ovo estrelado! Ahaha

Perco a cabeça com: chocolates e doces! ahah

Um objetivo: é não desistir de ser feliz!

Um lema de vida: Acreditar em mim! No que sou, como sou! E não esquecer que o Essencial da vida não se vê sem um olhar novo, livre de preconceitos, medos e receios.

 

índice.jpg

 

Parabens :)

 

publicado às 21:28

Flash NUTRITION Interview # Sofia Gonçalves

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 18.01.16

Mais uma história que inspira…

Terminei o ano com este “presente do facebook” que agora partilho no blog.

Sofia Gonçalves uma mulher de força, foco e determinação que eu tive o prazer de acompanhar!

Sofia G.jpg

O que me levou a tomar a decisão de perder peso?

Nunca lidei muito bem com o meu excesso de peso, ganhei muito peso durante a gravidez e nunca mais consegui perder, tentei muita coisa mas sempre sem resultados (hoje sei porque não obtive resultados, não podemos fazer dieta temos que mudar o nosso estilo de alimentação). No último dia do ano de 2014, tirei uma foto para colocar no facebook e fiquei horrorizada, detestei aquela imagem, pensei para mim não quero ser assim e no início do ano decidi que ia MUDAR!

 

O que lhe custou mais?

O que mais me custou foi deixar os doces pois sou (ou era) muito gulosa. Nos primeiros tempos nem ia ao café, depois comecei a ir e ficava na esplanada, hoje entro e até já bebo café ao balcão a ver os bolos todos e pensar o quanto sou feliz sem comer açúcar (sim é possível ser feliz sem comer açúcar).

 

Principais mudanças?

As minhas principais mudanças foram não sair de casa sem a minha marmita, dentro da minha mala existe sempre qualquer coisa para um lanchinho saudável. Não passar muitas horas sem comer, até posso estar a trabalhar mas faço uma pausa para comer.

 

Conselho para quem queira mudar…

Pense em si, no seu bem-estar na imagem que mais gostava de ver ao espelho e principalmente na sua SAÚDE.

 

Um momento inesquecível:

A primeira festa que tive após ter mudado a minha alimentação e ter conseguido resistir a tudo (que não é saudável) o que estava na mesa sem sentir qualquer tipo de depressão, tristeza. Foi um espetáculo chegar ao fim e dizer: "não comi nada que me prejudicasse e sinto-me tão FELIZ"!

 

Pecado gastronômico:

Deixei de perder a cabeça, tento ao máximo não fazer pecados, mas lido lindamente com isso, não sinto que não peco sinto sim que sou uma lutadora por um grande sonho. Quando tenho um evento social lá levo eu uma sobremesa saudável! O mais difícil e quando vamos aos restaurantes, mas nos dias de hoje com tanta variedade não e justificação para pecarmos. Difícil no início, agora faz parte da minha maneira de ser.

 

Lema de vida:

Concentrarmos-mos nos nossos objetivos e conseguimos tudo o que queremos!!!

 

Um orgulho!

Parabéns Sofia**

 

publicado às 22:56

Flash NUTRITION Interview # Soellyn Arieri

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 27.12.15

Sol.jpg

 

Idade: 33 anos
Peso: 59.5
Altura: 1.58

 

Sempre tiveste excesso de peso? Foi um aumento gradual ao longo dos anos?

Não, sempre fui magra. Tive um aumento gradual do peso ao longo dos anos.

 

O que te motivou a mudar?

Desenvolvi uma arritmia cardíaca, insônia, dores no joelho e muito cansaço ao caminhar. Minha saúde estava a ser muito prejudicada por causa da obesidade.

 

A decisão de perder peso foi difícil?

Não, sempre tive consciência que deveria emagrecer. Só não tinha muita força de vontade.

 

O que te levou a procurar a Clinica Milénio?

Ao pesquisar sobre tratamentos pra emagrecer percebi que a Clinica Milênio É DE CONFIANÇA.

 

E a técnica do Balão Gástrico?

Pesquisei sobre o tratamento com o balão e vi que este seria o tratamento mais eficaz para o meu caso. Fui a consulta com Dr. António Marques (Gastroenterologista) que me inspirou Confiança.

 

Alteras-te hábitos alimentares?

Sim, aprendi a comer sopa (rsrsr) coisa que não gostava. Mas estou num processo de aprendizado sobre a alimentação.

 

Quais as principais alterações na tua alimentação?

Como mais sopas, verduras e legumes. Peixes e mariscos. Evito doces e acima de tudo como varias vezes ao dia e em pequenas quantidades.

 

O que te custou mais? (a nível alimentar)

Ficar sem comer arroz.

 

3 Alimentos que consideres fundamentais num plano alimentar?

Sopas, carne e saladas.

 

3 Alimentos que evitas? Porque?

Bolos, por causa dos açúcares e farinha. Gema de ovo, que tem muito colesterol. Açúcar cristal no café, não suporto a ideia de consumir o açúcar.

 

Treinas durante a semana? Que tipo de treino fazes?

Caminhada e as vezes corro um pouquinho.

 

A tua autoestima melhorou?

Muito. To amando essa nova fase da minha vida. Estou muito mais ágil e minha saúde está estabilizando. Estou muito satisfeita.

 

Um conselho para quem quer (e precisa mudar)?

Força, mexa-se, levanta, tome a decisão. A hora é agora. Não espere as doenças chegarem ou ficar em estado crítico pra começar emagrecer. Todos conseguimos. Sou prova viva que é possível.

 

Sonho: atingir os 56 quilos e não precisar mais tomar medicamentos.

Um objetivo profissional: Me tornar uma empresária de sucesso

Um momento inesquecível: Fui comprar uma calça de ganga e descobri que meu manequim passou de 44 para 38.5

 

Prato preferido: Sopa (kkkkk)

Perco a cabeça com (pecado gastronômico): Chocolate


Um lema de vida: Eu posso! Eu consigo!

 

Sol 1.jpg

 

Sol 2.jpg

Obrigada Sol!

Rumo ao próximo objectivo... 56kg e sem medicação!

 

publicado às 20:12

Flash NUTRITION Interview # Edna Marques

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 30.08.15

EDNA DM.jpg

 

Nome: Edna Marques

Idade: 46 anos

Altura: 1,67

Peso Máximo: 114 Kg

Peso Atual: 83 kg

Profissão: Contabilista

 

Desde a infância que luta contra o excesso de peso? Ou foi com a idade que o “peso a mais” começou aparecer?

Nunca fui uma magra, sempre tive uma constituição robusta, (por curiosidade, posso dizer que nasci com 4,550 kg), mas a obesidade começou já na idade adulta. No fim da gravidez, quando dei entrada na maternidade, com 28 anos, pesava 102 Kg…

 

O que a motivou/incentivou a perder peso?

Eu costumo dizer que foi um “click”! Fazia muitas sessões de fisioterapia no Espaço Saúde, (ginásio que frequento), porque sofria muito com dores nas costas… numa dessas sessões reparei num folheto com a apresentação de um “pacote” para ajudar a perder peso, (que consistia em consultas de nutrição, treino com PT, e sessões de Spa Jet, durante 3 meses), e resolvi experimentar (e ainda bem).

 

Foi difícil? (principais dificuldades, obstáculos, etc)

O início foi difícil… logo na 1ª consulta de nutrição, quando a nutricionista me disse que eu pesava 114 kg, fiquei em choque !!!! Eu sabia que estava gorda, mas como não tinha por hábito pesar-me, não tinha a noção de quão pesada estava…

Depois veio o exercício… lembro-me de estar extremamente envergonhada quando fui fazer o primeiro treino com o Ricardo (meu PT)… não é fácil vestir um corpo daquele tamanho com um equipamento XXL , saber que desde a escola secundária que não fazes nenhum tipo de exercício físico e comparecer diante de um instrutor para começar a “treinar” !!!

Mas, com o apoio recebido, e vencido o desconforto inicial, comecei a fazer os exercícios que me eram propostos, no início com alguma dificuldade, é claro, mas evoluindo aula a aula… E posso garantir que, com persistência, acabamos por conseguir fazer tudo o que nos é pedido, e começamos até a fazer movimentos e exercícios que pensávamos nunca sermos capazes de fazer!

Hoje posso dizer que faço todas as aulas do ginásio, desde as mais “fáceis” até às mais exigentes em termos físicos… e sem nenhum tipo de inibição ou vergonha, antes pelo contrário… posso servir de exemplo aos mais novos, até porque, como já disse, tenho 46 anos!

 

Suponho que fez alterações a nível de alimentação e exercício físico, certo?

No campo alimentar, foi-me dado um plano de refeições, com as quantidades que deveria comer, os horários das refeições, os alimentos que deveria evitar… Nada restritivo, podia continuar a ingerir pão, massa, arroz (alimentos que normalmente pensa-se que têm de ser banidos de qualquer dieta), mas com grande controle nas quantidades. O plano foi sendo alterado, consoante os resultados foram aparecendo, até que, agora, já tenho a noção de como deve ser a minha alimentação; sempre que cometo um “pecado” estou consciente das kcal que estou a ingerir, e sei que tenho de fazer um treino extra a seguir, para compensar!

Estou convencida de que, e no que toca à alimentação, grande parte do problema dos obesos reside no facto de não termos a menor noção de quanto equivale, em termos calóricos, aquilo que ingerimos… eu pelo menos, era completamente ignorante nessa matéria, e para dizer a verdade, chega a um certo ponto em que pensamos, “ó, deixa lá, é só mais este pastel, ou só mais esta bolacha… já estou gorda mesmo”…

Comecei por treinar 2 x por semana, e sempre à hora do almoço (primeiro porque era o horário que me dava mais jeito, e depois porque não estava preparada psicologicamente para fazer aulas de grupo… era “grande”, não tinha nenhuma resistência física, e lá vinha outra vez a vergonha…

 

Pode descrever as principais mudanças no seu estilo de vida?

Em termos de alimentação, comecei a ingerir muito menos quantidades, (eu realmente comia muito mais do que aquilo que o meu corpo necessitava), e a fazer as famosas 6 refeições diárias! Comer menos… com mais variedade de alimentos… e mais vezes ao dia.

A sopa, (que antes nunca comia), passou a ser obrigatória.

Bebo, pelo menos 1,5 lt de água por dia (mas esta é uma rotina que eu já tinha, mesmo antes da “mudança”).

Outra rotina que comecei a ter é a de analisar sempre a composição quando compro qualquer alimento desconhecido; nem sempre o que a publicidade acena como light é benéfico… é preciso ver a quantidade de gordura, de açúcar… e ter a noção de que, lá por ser light, não podemos comer toda a embalagem!!!!

Em termos de exercício físico, treino, ao almoço, de 2ª à 6ª (3 sessões com PT, e 2 aulas de grupo); e ainda faço aulas de grupo às 4ª e 5ª aos fim do dia! Portanto passei das inicias 2 aulas, para 7 ou 8 semanais! E agora, como já disse, sem nenhum tipo de inibição em fazer qualquer aula na companhia de outros atletas!

Todas estas mudanças transformaram-me noutra pessoa, e não só no aspecto físico! Descobri que gosto muito de fazer grandes caminhadas em ambiente de trail, por trilhos na natureza, coisa que faço com alguma frequência… e também aqui me desafio… se hoje consegui fazer o percurso de 10 km, para a próxima tento o de 20 km. Para quem não apreciava, de todo, o desporto e a actividade física, posso dizer que me tornei até um pouco viciada!

 

Os resultados apareceram logo? Rapidamente?

Perde-se bastante peso no início, temos uma grande percentagem de água e gordura no nosso corpo, que é mais “fácil” de perder.

A partir de um certo ponto, começa-se a ganhar mais massa muscular … o excesso começa a estar localizado em determinadas áreas específicas, e começa a ser mais difícil perder peso.

Por outro lado, em termos de volume, vamos notando gradualmente a diminuição… e não podemos esquecer que tão importante quanto perder quilos, é perder volume e percentagem de massa gorda.

No meu caso, a mudança começou há 4 anos; vestia um tamanho 50/52, e hoje visto um 42/44… e ainda não atingi o meu objectivo final.

 

Como é o teu dia alimentar normal?

Tomo o pequeno-almoço com pão, (preferencialmente escuro, mas quando não tenho, como mesmo pão “normal”), leite magro, queijo magro… às vezes iogurte com cereais, fruta…

No 1º lanche, normalmente como 2/3 bolachas (vou variando entre as torradas, marias, marinheiras, de arroz);

Como treino à hora do almoço, tive de adaptar a minha dieta: 1 hora antes do exercício, como um pão com uma fonte de proteína – queijo magro, salmão fumado, fiambre de aves – e alface ou tomate;

Quando regresso do ginásio, como a sopa;

O 2º lanche normalmente é um iogurte com granola, ou fruta, ou leite com café, ou chá com 2/3 torradas;

Como janto mais tarde, faço um 3º lanche, que normalmente é uma peça de fruta; nos dias em que treino ao fim do dia, como sempre antes de ir para o ginásio, ou umas amêndoas torradas, ou nozes, ou uma peça de fruta;

Ao jantar, como a sopa, a fonte de proteína, muita salada e tento evitar os hidratos de carbono (se bem que, em muitos dias, como sempre um pouco de hidratos, sobretudo se treinei ao fim do dia).

Penso que o segredo reside em variar os alimentos, não comer sempre a mesma coisa às mesmas horas, senão depressa nos vamos aborrecer…

 

Alimentos que evitas?

Evito os refrigerantes, as bebidas alcoólicas, os doces (bolos, pastéis, bolachas), os fritos.

Não quer dizer que não os coma de vez em quando, até porque tenho o meu agregado familiar, que não foi “obrigado” a fazer a minha dieta, mas não posso é fazer disso a rotina, senão volto ao mesmo… temos que manter o equilíbrio… se ingerirmos mais do que aquilo que gastamos, vamos armazenar…

 

Alimentos que tens sempre em casa?

Tenho sempre chá, fruta, sopa, frutos secos, sementes e chocolate negro (porque há dias em que nos apetece “qualquer coisa”, e um quadradinho de chocolate faz milagres)!

 

Qual o teu conselho para quem luta contra a obesidade e não consegue ter resultados?

Primeiro temos que ter consciência de que temos excesso de peso, não arranjar desculpas, e querer mesmo mudar… por muito que nos digam “olha que estás a ficar muito forte”, “devias emagrecer”… se não tomarmos consciência disso, não vamos conseguir mudar.

Outro factor importante é ter paciência… costumo dizer que, se passei 40 anos a comer, não posso perder o excesso num piscar de olhos… Temos que ir colocando objectivos razoáveis de peso a perder… e de cada vez que atingimos um desses objectivos, partimos para o próximo…

Se vai custar? Vai. Se haverá momentos em que nos apetece desistir e ir a correr comer um doce? Sim. Mas temos que nos focar no objectivo, não ceder à preguiça que às vezes nos diz para não ir treinar…

E se por qualquer motivo não for possível treinar com um PT, ou mesmo frequentar um ginásio, podemos começar por fazer uma caminhada, ao ar livre… só precisamos calçar uns ténis e pôr uma roupa confortável… ao fim de algum tempo, temos que tentar aumentar o ritmo, fazer o mesmo trajecto em menos tempo… para treinos mais localizados, a internet está repleta de vídeos com vários tipos de exercício que podemos fazer em casa… De qualquer forma, se o número de quilos a perder for grande, aconselho uma avaliação por um profissional competente, até porque não sabemos bem que tipo de exercícios podemos fazer, sem prejudicar ainda mais a nossa saúde (aos níveis das articulações, e do aparelho cardiovascular).

E nunca nos podemos esquecer que a obesidade é uma doença crónica… se voltarmos aos hábitos antigos, voltamos a ser obesos… a luta é para sempre!

Mas com a certeza de que o esforço vale a pena! Não há nada que se compare à satisfação que nos dá conseguir, por exemplo, fazer uma aula de cycling com a duração de 100 minutos; ou percorrer 17 ou 18 kms em trail, e chegar ao fim, independentemente do lugar alcançado; ou entrar numa loja e comprar aquela peça de roupa de que gostávamos tanto e não podíamos vestir…

 

Um Sonho:

Não sei se posso chamar de “sonho”, mas neste momento, o meu objectivo é conseguir baixar a fasquia dos 80 kg.

Um momento inesquecível:

Quando “derrubei” a barreira dos “3 dígitos”! Quando comecei, todas as minhas medidas tinham 3 dígitos – o peso, os cm de anca, os cm de cintura…

Prato preferido:

Não tenho um prato preferido, continuo a ser o que se chama de um “bom garfo”, gosto muito de uma boa almoçarada, ou jantarada… e se for na companhia dos amigos, ainda melhor! Mas posso mencionar o Bacalhau com Natas, ou a Carne de Porco à Alentejana!

“Perco a cabeça com…” (pecado gastronómico):

O meu maior pecado são as pipocas! Não resisto! Sempre que vou ao cinema, (o que normalmente acontece 1 vez por mês), tenho que comer as malvadas pipocas! Nessas ocasiões tento fazer um jantar só com saladas, para o prejuízo não ser tão grande!

Um lema de Vida:

Um lema não tenho, mas por brincadeira costumo dizer que “eu sou uma árvore”, no sentido de que temos de nos manter fortes e firmes nos objectivos, e aguentar as tempestades que por vezes nos atingem!

E, embora nem sempre seja possível, tento manter um sorriso, porque realmente “rir é o melhor remédio”.

 

Parabéns Edna por todo o seu percurso, pelas vitórias e por nunca ter desistido! E, obrigada por me deixar partilhar a seu caso de sucesso!

 

Quer perder peso? Comece hoje…

 

publicado às 23:35

Flash NUTRITION Interview # Lenia Dias # Bikini Fitness

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 29.04.15

LENIA DIAS 1.jpg

 

B.I.

Nome: Lénia Sofia Neves Dias
Idade: 36 anos
Altura: 1.70m
Peso: 53 kg
Profissão: Técnica Superior/Arquiteta & Atleta/ Bikini Fitness

 

Como uma arquiteta descobre esta modalidade (bikini fitness)?
Sempre gostei de desporto e amava ver os corpos trabalhados.
Já conhecia, no entanto, não tinha muita informação sobre este desporto em si.
Conversei com um amigo Luís Marques que atualmente é o meu "coach" e nutrition advisor, para além de outro amigo e "coach" Miguel Soares, os quais me elucidaram mais sobre o referido desporto, tendo a partir dai uma perceção mais real sobre o mesmo.
Ao me debruçar sobre o trabalho da Body Solution, percebi que era de qualidade e como tal, era com eles que iria iniciar este objetivo de vida e dar asas a esta paixão.

 

Foi amor à primeira vista?
Foi sem qualquer dúvida.
Amei e decidi que era o que queria, bem como, um objetivo a alcançar.
Um amor incondicional e que será para toda a vida!

 

O início foi doloroso? Ou fácil?
Já praticava desporto, no entanto, não tinha ajuda e fazia por mim, sem planos.
Com tudo, quando tenho um objetivo e quero algo luto e não fico pensando se é difícil. Achei normal, porque era algo que queria muito e quero para toda a vida.
A primeira semana foi a mais complicada, porque tive de me adaptar aos planos de treino, ao plano de alimentação, fazer as refeições todas e dividir por marmitas para levar para o trabalho, pesar tudo o que colocava nas marmitas e conciliar tudo...etc.
Depois da primeira semana de adaptação foi mais fácil, porque era só seguir o que tinha feito na primeira semana e melhorar.

 

O desporto é uma maneira para manteres a forma ou é mesmo uma paixão?
Em primeiro lugar preciso dizer que por ser uma sagitariana diferente, a qual tem todos os planetas a atuarem próximo de Júpiter, segundo me disseram. Preciso sempre de estar apaixonada por um objetivo na vida.
Enquanto tirei arquitetura passei por vários cursos e paixões, como, representação, manequim, fotografia, e até mesmo desenhar roupas para mim,....
Sempre procurei paixões em objetivos de vida.
Como tal, o desporto é sem dúvida alguma, uma paixão.
Apaixonei-me pelo bikini fitness e pela forma como ficam os corpos das atletas neste desporto, porque adorava ter o corpo trabalhado como elas.
O gym é a minha segunda casa!

 

Que tipo de treino fazes?
De manhã, tenho um treino de cárdio e à tarde, cardio e os  exercícios, entre os quais destaco os agachamentos, pela importância que os mesmos têm, visto que trabalham o corpo todo.

 

A alimentação "completa" o teu treino?
A alimentação é importantíssima, aliás, tudo é importante.
Tudo é intercalado para resultar. A alimentação complementa o treino e ajuda no treino.
O conjunto em si é importante: planos de treino, de alimentação, o bem-estar emocional, bem como, muita determinação e paixão por ser atleta.

Paixão - Objetivo - Planos - Determinação - Foco - Luta e trabalho - e finalmente chegar-se-á ao esperado alcance do Objetivo final.
Adoro a expressão que usamos no gym, No Pain No Gain.

 

Como é o teu dia-a-dia alimentar (alimentos que evitas, preferências, etc) ?
No meu dia-a-dia alimentar sigo o plano feito para mim pelo já referido Personal Trainer e Nutrition Advisor.
Aliás já tive dois planos alimentares.
O plano alimentar tem tudo o que é necessário, bem como, as quantidades, ou número.
Nunca como fritos, gorduras e doces.
Consoante o plano adotado, como, proteínas, hidratos, legumes, saladas, claras de ovo, entre outros.
Variando como já referi consoante a fase que estou e o plano alimentar adaptado a essa mesma fase.

 

Algum snack especial para antes do treino e pós treino?
Sim :-). Com certeza.
Antes do treino faço o meu lanche e depois também...
Depende da fase em que estamos.
Na fase atual, faço as proteínas que quase todos os atletas fazem e um suplemento, antes e depois do treino.
Também acrescento um alimento do plano antes de treinar.

 

Achas que a alimentação é a base da tua excelente forma física?
O conjunto é a base - Alimentação, treino, determinação, força de vontade, aprendizagem e adaptação a novas situações, para além de um fator que é sem dúvida importante - estar bem psicologicamente e gostar de si.

 

Qual é o teu objetivo no desporto?
Fazer o que amo, dando a conhecer esta modalidade desportiva que muitas pessoas desconhecem e, se possível, incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo, ou simplesmente a praticarem desporto :-).
Quero levar as duas ilhas que amo e os açores a conhecerem esta modalidade desportiva.
Para mim, é motivo de orgulho, segundo a informação que me dispuseram, ser até ao momento atual primeira atleta Açoriana a subir ao palco no Bikini Fitness :-).

 

Que conselho dás a uma pessoa inativa/sedentária que queira iniciar o exercício físico?
O primeiro conselho é que procure alguém qualificado, para lhe fazer um plano de treino consoante o objetivo que pretende alcançar, bem como, um plano de alimentação.
Esta etapa é a mais importante, porque precisa fazer as coisas, mas sabendo o que fazer para não se magoar, ou simplesmente porque não fazendo corretamente não obterá os resultados pretendidos.
Enquanto procura alguém qualificado pode começar por fazer caminhadas ao ar livre à tardinha, para ganhar vontade de o iniciar. Quando estiver adaptada às caminhadas pode passar ao cardio no gym para começar a se adaptar, mas atenção, porque deve procurar alguem para fazer os planos, tal como mencionei.Refiro as caminhas e o cardio como forma de ir dando inicio

Um sonho: Palco e ser sempre feliz fazendo o que amo, "atleta", bem como, trabalhando na minha profissão.
Levar o Pico e a Terceira ao palco, ou melhor, os Açores :-)
Um objetivo profissional: Como atleta, competir no exterior no próximo ano.
Como técnica superior/arquiteta, fazer o meu trabalho sempre de forma a ser reconhecido pelas pessoas
Um momento inesquecível: A primeira viagem ao exterior sozinha.
Foi inesquecível, desde as horas de voo, ao Renaissance São Paulo Hotel onde fiquei, ao tempo que fiquei (1 mês e meio), ficar no melhor Bairro de São Paulo (Bairro dos Jardins), conhecer bons amigos e que ficam para toda a vida, conhecer os teatros e assistir às estreias de peças, passear pela rua augusta e a 25 de abril, conhecer o melhor Bistrô de São Paulo (Paris 6).
Inesquecível sem fim à vista.

Prato preferido: O prato preferido, que posso comer à vontade é, Salmão no forno temperado com raspa de limão, puré de batata-doce e couve-flor.

O preferido que nunca como é, massas com legumes salteados com queijo da ilha por cima. O prato é divinal. É um prato feito no restaurante Quinta dos Açores. No entanto não posso comer, porque são legumes salteados, massa que dá para 2 pessoas, e muito queijo derretido em cima.

Um sonho: Palco e ser sempre feliz fazendo o que amo, "atleta", bem como, trabalhando na minha profissão.
Levar o Pico e a Terceira ao palco, ou melhor, os Açores :-)

Lenia3.jpg

Pode acompanhar a Lenia Dias na sua página de fcebook: Said Ainel !

Obrigada Lenia**

 

publicado às 22:35

Flash NUTRITION Interview # Isabel Madalena

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 10.04.15

C:\Documents and Settings\fteixeira\Ambiente de tr

 

B.I.

Idade: 25 anos

Peso: 50 kg        

Altura: 173

% Gordura: 12,5%

Profissão: Designer Multimédia

 

Quando começou esta paixão pelo desporto?

Começou á cerca de dois anos. Nunca fui dada a desporto, pois ganhei um certo trauma de miúda, por ser muito frágil em termos de resistência e estar constantemente a lesionar-me. Entretanto conheci o meu namorado, que era um “gymaholic” e através dele tive um empurrãozinho, até porque ele gostava que eu abandonasse o péssimo hábito de fumar, e começasse a incutir o exercício físico no meu dia-a-dia como compensação de descarga emocional e mental .

 

O desporto é uma maneira para manteres a forma ou é mesmo uma paixão?

Confesso que ao início não tinha paciência nenhuma, mas assim que começamos a ver resultados, o ginásio passa a ser um vício em vez de um sacrifício. É muito bom para a mente e corpo, e todas nós gostamos de nos sentir melhor connosco próprias. O nosso corpo é o nosso templo, temos que lhe dar o tratamento que ele merece, pois não vamos "habitar" em mais nenhuma silhueta que não a nossa

Primeiramente queria apenas tonificar, pois apesar de ter sido sempre magra ,tinha os meus "calcanhares de Aquiles”; fazia muita retenção de líquidos e começava a acumular aquelas gordurinhas nas zonas críticas: barriga e glúteo. Com o passar do tempo comecei a ganhar gosto pela coisa e hoje em dia a minha maior motivação é a adrenalina de ir conquistando novos desafios, mais resistência física, e mais força.

 

Que tipo de treino fazes?

Treino 5 dias por semana, em média 1 hora por dia. Não faço cárdio no ginásio (prefiro correr e ando muito a pé durante o dia , pois não tenho carro). Alterno sempre entre um dia para trabalho dos membros inferiores e superiores, incuto o treino abdominal todos os dias , e faço treino de alta resistência 2 vezes por semana.

 

A alimentação “completa” o teu treino?

A minha alimentação era ordinária, até porque sempre fui magra e talvez por isso não me preocupava com o que comia, a frequência ou a dose da alimentação. Desde que passei por uma situação menos boa no seio familiar, ganhei um amplo conhecimento nutricional que me fez reverter toda esta situação.

Hoje em dia não consigo não saber o que estou a comer, nem me sinto bem quando como algo que saiba que o meu corpo não vai agradecer (exceptuando-se os domingos, que são os meus “day-off”).

Não me considero uma pessoa ortoréxica (para quem não sabe, a ortorexia é um transtorno alimentar, que surge quando a pessoa se torna obsessiva quanto aos padrões daquilo que come) mas tento sempre comer saudável em todas as refeições, mesmo fazendo maior parte da minha alimentação fora de casa.

 

Como é o teu dia-a-dia alimentar (alimentos que evitas, preferências, etc)?

Durante o dia como imensa fruta, proteína magra (iogurtes magros, peixe, frango e perú), muitos legumes ou saladas, a sopa como base , e evito a ingestão de hidratos ou açucares à noite. Como regra, não como refeições processadas, fritos, ou fast-food. Apenas utilizo azeite como gordura e evito o sal. Não bebo álcool, evito refrigerantes, e hidrato o meu corpo com 2 litros de água diários.

 

Algum snack especial para antes do treino e pós treino?

Utilizo proteína de soro isolada, como complemento, para utilizar no iogurte, ou como complemento pós- treino e ás vezes um complemento de aminoácido de resistência muscular para beber durante o treino.

 

Achas que a alimentação é a base da tua excelente forma física?

Os estilos de vida assumem atualmente uma grande importância, na medida em que podem promover a saúde ou a doença. A alimentação desequilibrada, a obesidade, o sedentarismo, o stress, o tabaco, … são fatores de risco importantes e influenciam de forma direta a morbilidade e mortalidade.

Todos os que se preocupam em ser mais ativos e cuidam dos seus hábitos alimentares, estão certamente a beneficiar a sua saúde.

Dessa forma, sou da opinião de que nós somos o que comemos, e a alimentação é um complemento do estilo de vida saudável, que ao contrário do que muitos pensam, não se trata de nenhuma moda que vai passar, mas sim de uma mudança mental que nos acompanhará para a vida. Obviamente que há muitas pessoas que são magras, como eu, por natureza, e podem comer mal e continuarem bem por fora, assim como pessoas geneticamente fortes, que apesar de comerem bem não conseguem atingir os seus objetivos, mas não nos podemos esquecer de que, qualquer metabolismo, bom ou mau, com o tempo se vai deteriorar, e as nossas escolhas do presente ditarão a nossa vida no futuro.

 

És adepta de tratamentos estéticos? Fazes algum? Cuidados diários que tens com o teu corpo?

Nunca recorri a nenhum tratamento estético, até porque sou uma pessoa muito prática e talvez um pouco desleixada no que toca à aparência. Sou da opinião de que tudo o que precisamos está na terra, e por isso acho que o que comemos influencia muito a nossa aparência, e não adianta fazer tratamentos de pele e fumar, ou fazer tratamentos de redução de gordura e continuar a comer mal. A verdadeira mudança é mental. No meu caso bebo muita água e chás e como imensa fruta ao longo do dia, talvez porque sempre tive o meu pai como “role-model” e lembro me sempre de o ver a praticar estas simples coisas, e , a verdade é que ele já passou a barreira dos 50 e não tem nenhuma ruga na cara, e obviamente a genética faz o seu trabalho.

 

Que conselho davas a uma mulher inativa/sedentária que queira iniciar o exercício físico?

Primeiramente o meu conselho para elas é: amem-se da maneira que são, pois qualquer tipo de dieta ou exercício físico não terá qualquer impacto se a pessoa não se sentir bem e capaz de ir em frente; depois, orgulhem-se de todas as conquistas, não olhando às outras pessoas (pois cada pessoa é diferente, e achar-mos que podemos ser como aquela figura publica é um erro, pois a lei da imagem está muito trabalhada e está longe da realidade de todas nós mulheres "reais") e por ultimo nunca desistam, e se pensarem em tal por frações de segundos, lembrem-se do motivo pelo qual começaram, e que o maior desafio não se mede pelo resultado mas sim pelo caminho (e não se esqueçam que o que não nos mata, torna-nos mais fortes). Já agora deixo uma frase que uso muitas vezes nos hashtags das redes sociais: # work that butt because nobody ever wrote a song about a small ass:)

 

Um sonho: Conhecer Nova Iorque e Egito

Um objetivo profissional: Ser a minha própria chefe.

Um momento inesquecível: Quando conduzi o carro do meu pai pela primeira vez.

Prato preferido: Tagliatelle de Salmão

 

Mais algumas fotos de pura inspiração :)

 

C:\Documents and Settings\fteixeira\Ambiente de tr

 

 

C:\Documents and Settings\fteixeira\Ambiente de tr

 

C:\Documents and Settings\fteixeira\Ambiente de tr

 

C:\Documents and Settings\fteixeira\Ambiente de tr

 

Se quiser acompanhar o treino da Isabel Madalena fica aqui o insta ;)

https://instagram.com/isabelmads/

 

FOTOS: @jorgeteixeira

 

publicado às 16:19

Flash NUTRITION Interview # Manuela Pereira

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 11.03.15

Manuela Pereira smile.jpg

B.I.

Peso: 60 quilos

Altura: 1,67 cm

Profissão: Escritora e Coordenadora do projecto editorial A minha vida dava um Livro

 

Com a vida agitada que tens, há espaço para uma alimentação saudável?

Por natureza, sou alguém que não come muito. Aprecio os alimentos, mas comer, propriamente dito, não como muito. Tento é, de alguma forma, manter uma alimentação que me permita ter todos os nutrientes necessários para o equilíbrio da minha saúde. Como bastantes legumes, gosto de fruta, iogurtes. É raro comer fast food e açucares, só quando sinto muita necessidade.

 

Tens algum cuidado com a alimentação? Ou a elegância é só genética?

Tenho os cuidados básicos, não abuso dos açucares, bolos e chocolates. Tenho noção que engordo facilmente e controlo essa característica. Como pequenas proporções, como várias vezes ao dia. No entanto, tenho um metabolismo rápido, que me dá algumas vantagens. Sempre que tenho mais trabalho, por exemplo, por muito que coma não assimilo nada que ingira. É uma vantagem e, provavelmente, uma quota de génética.

 

3 Alimentos que evita (e porque)? 3 Alimentos que tens sempre em casa (e porque)?

Evito: chocolates e bolos porque sei que, se abusar, desce tudo para a anca. Apenas por isso. Não gosto de carne vermelha. O resto como de tudo e de forma ponderada. Em casa, há sempre café, bolachas e carne branca. Não vivo sem o café, é impossível. Necessito mesmo de beber muito. As bolachas gosto de poder ir petiscando, e a carne branca que é a única que faz parte da minha alimentação.

 

Algum mito “alimentar” que queiras partilhar?

Não suporto cabrito e coelho. São dois animais que têm a ver com as minhas origens. Cresci muito junto destes animais e também os vi matar vezes sem conta, porque faziam parte do ritual do campo. Ver um coelho e um cabrito em cima da mesa, faz-me literalmente muito mal. Não como!

 

Quando exageras na alimentação tens algum truque para voltar “á linha”?

Quase sempre reduzo a ingestão de calorias nos dias seguintes. Apenas.

 

O exercício físico da parte da tua vida?

Há alguns anos que já não pratico. Fiz durante muitos anos Step e aeróbica de alto impacto. Depois deixei por circunstâncias de gestão tempo. Actualmente, não pratico qualquer tipo de actividade física.

 

Principais cuidados de beleza? Gostas de tratamentos estéticos? Fazes algum?

Tenho alguns cuidados, principalmente com o rosto. Uso sempre e diariamente maquilhagem e obriga-me a uma atenção redobrada. Tenho sempre em casa tónico, desmaquilhante, hidratantes e máscaras de limpeza. Recorro desde há 3 anos ao Botox para as rugas de expressão e, uma vez por ano, faço um peeling para renovar a camada celular da pele.

 

O estilo de vida pode influenciar a nossa vida profissional? Qual é a tua opinião?

Influência bastante. Um bom descanso diário, 8 horas de sono (pelo menos), um controlo do stress, a organização da agenda são factores de equilíbrio da mente, que se reflecte no corpo. Se andarmos cansadas não conseguimos responder à altura dos nossos compromissos e as falhas aumentam.

 

Um conselho para quem “A minha vida dava um livro”? :)

A vida de todos dá um livro. Todos possuímos experiências, lutas, aventuras que fazem de nós quem somos hoje. O melhor conselho é tentarmos sempre aproximar-nos de quem realmente somos. Descobrirmos a nossa essência e colocá-la em prática. Não importa muito a opinião dos outros se dessa forma não estamos a tirar partido de nós. É a nossa opinião sobre nós mesmos que nos irá impelir ou prender na nossa missão.

 

Um sonho: A felicidade a troco de nada. Pode parecer clichê, mas realmente é isto que mais desejo. Não ter motivos para ser feliz, apenas sê-lo.

Um objetivo profissional: Reconhecimento. Quero e exijo atingi-lo. Reconhecimento pelo meu trabalho e, sobretudo, pela profissional que sou.

Um momento inesquecível: Nascimento dos meus filhos

Prato preferido: Açorda de marisco

Perdes a cabeça com (alimentos, pratos especiais, …): Perco a cabeça com manteiga de amendoim se me deixarem

Um lema de vida: “Atirem-me aos lobos e voltarei a liderar a matilha” desde que me lembro ser gente :)

 

publicado às 22:55

Flash NUTRITION Interview # Elsa Pena

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 04.03.15

Elsa Pena 4.jpg

elsa pena 7.jpg

B.I.

Idade: 37 anos

Peso: 50 kg

Altura: 161,5 cm

Profissão: Treinadora pessoal

 

Como nasceu a tua paixão pelo fitness?

O desporto sempre esteve presente desde a minha infância. Comecei a fazer musculação por volta dos 20 anos, sempre gostei de me sentir bem, e vi na modalidade um desafio.

 

Qual é o teu ritual de treino?

 Sou preparada pelo Prof. Jose Maria Garcia Garcia, neste momento vou retomar os meus treinos de força, treino de 2ª a 6ª-feira, sábado e domingo são dias de pausa.

 

Quando e porque tornas-te profissional (e já com bastantes prémios) na modalidade “bikini fitness”?

Sempre fui muito competitiva, faz parte da minha natureza. Gosto de desafios, traçar metas e objectivos. Em 2013, antes de iniciar este meu percurso fui ao Arnold Classic Europe para perceber a linha Bikini Fitness, constatei que era a categoria certa para mim. Ana Fragoso atleta Bodyfitness, na altura a nossa top em Bikini Fitness mostrou-me que era possível e abriu-me as portas para o meu sonho. Com luta e dedicação conquistei algumas taças: Campeã Nacional, Vencedora Overall Portugal Classic, Top 6 masters Arnold Classic Europe, Top 5 World Cup, entre outras. Aprendi sempre muito a cada passagem.

 

Como é a tua relação com o corpo?

Para mim, é uma questão de saúde a todos os níveis. “Mens sana in corpore sano”.

 

Principais cuidados de beleza? Gostas de tratamentos estéticos? Fazes algum?

Não me deito sem limpar a pele, e durante o dia uso sempre um creme á base de Vitamina C. Antes de cada competição passo sempre pelas mãos do Dr. Vitor Figueiredo na Clínica Milénio, faço um tratamento regenerador a todos os níveis, de imagem e auto estima. A categoria Bikini Fitness não é só físico, é beleza facial, cabelo, prestação em palco, é um todo. É toda a boneca como costumo dizer. Assim sendo, maximizo sempre as minhas performances.

 

Já recorreste à cirurgia estética/plástica?

Já. Sou a favor do equilíbrio e harmonia na cirurgia estética/plástica. Recentemente fiz uma substituição de próteses com o Drº Ângelo Rebelo na Clínica Milénio. Um profissional extraordinário com uma equipa fantástica, ao qual agradeço por me fazer sentir tão bem.

 

Tens algum cuidado com a alimentação?

Sempre tive, foi-me transmitido pelos meus pais uma alimentação saudável. No entanto o cuidado agora é redobrado como atleta.

 

3 Alimentos que evita (e porque)? 3 Alimentos que tem sempre em casa (e porque)?

A alimentação é a base para o meu sucesso, por conseguinte, evito os açúcares, fritos, gorduras trans, “junk food”, e o sal. Tenho sempre em casa, claras de ovo, manteiga de amendoim, peixe, carne branca, tento ter sempre tudo o que entra na minha dieta. Ter disciplina em toda a organização da dieta é fundamental para os meus resultados.

 

Tens um padrão alimentar constante ou todos os dias são diferentes? 

Dentro dos alimentos que entram no meu plano alimentar vou variando, tenho uma pequena margem de manobra, (rsrsrsrsrs). Por ex: ao jantar, um dia como carne vermelha, outro salmão, ou pescada. Em relação aos hidratos de carbono, tenho 3 opções: batata-doce, massa integral e arroz basmati. Deste modo, evito a saturação torna-se mais fácil, e tal permite-me ao longo do ano manter a dieta.

 

Fazes alguma suplementação?

Faço. Os principais, Vit. C, multi-vitamínico, proteína, Bcaa e glutamina, tudo Cyborgtech Nutrition a marca que me patrocina. São importantíssimos para reforçar o meu sistema imunitário, como fonte de energia, recuperação, reparação e reconstrução dos tecidos muscular, no ganho de massa magra.

 

Algum mito “alimentar” que queiras partilhar?

“Comer carboidratos depois das 18h, engorda”. Engordar e emagrecer é uma conta matemática entre o que se ingere e o que se gasta. Quando ingerimos menos calorias e aumentamos o nosso gasto calórico, o peso reduz.

 

Quando exageras na alimentação tens algum truque para voltar “á linha”?

Por norma, ao domingo faço sempre o meu “dia do lixo”. É um dia estratégico que como o que me apetece sem culpas, sem frustrações. Os benefícios físicos e fisiológicos são grandes.

 

Um sonho: Nr. 1 Masters Bikini Fitness

 Um objetivo profissional: (o mesmo)

 Um momento inesquecível (desportivo): Top 6 Masters Bikini Fitness Arnold Classic Europe;

Top 5 World Cup

 Prato preferido: Caril e bacalhau com natas

 Perdes a cabeça com: Chocolate

 Um lema de vida: “Nunca desista dos seus sonhos”; “Doing what you like is freedom, liking what you do is happiness”; ;)

 

Elsa Pena 5.jpg Vencedora Campeonato Nacional

 

Elsa Pena 2.jpgVencedora Overall Portugal Classic

 

Elsa Pena 1.jpg Top 6 Arnold Classic Europe

 

Elsa Pena 3.jpg

 

 

publicado às 19:58

Flash NUTRITION Interview # Vanessa Martins

por Diário de uma Magra by Dinora Bastos, em 25.02.15

VANESSA MARTINS.jpg

Idade: 28

Peso: 58kg

Altura: 1,74

% Gordura: 22%

Profissão: Atriz, designer, bloguer

 

Como fã do teu blog sei que te preocupas com a alimentação e em ter um estilo de vida saudável. Sempre foste assim, ou foste mudando com a idade?

Sempre fiz exercício mas há 3 anos para cá que mudei a minha alimentação, foi quando decidi em ser saudável e cortar alguns maus vícios alimentares.

 

Como é a tua alimentação no dia-a-dia?

É à base de atum, arroz, salmão, ovos, carne, batata-doce, brócolos... Esta é a base mas acabo por ter uma alimentação variada.

 

Podes descrever um dia alimentar tipo? (o que tomas ao pequeno-almoço, por exemplo...)

Ao pequeno-almoço não dispenso o meu capuccino, 1 torrada, morangos, e um multi-vitaminico efervescente.

 

3 Alimentos que tens sempre em casa?

Leite, pão, frango... a pensar bem tenho sempre o frigorifico cheio, impossível não ter quando se vive com um namorado culturista.

 

3 Alimentos que evitas?

Batatas fritas e refrigerantes nunca consumo.

 

2 Alimentos que não resistes?

Bolachas, adoro quando estou em casa ir tirando de vez enquanto só para manter o estômago ocupado.

 

Quando exageras no dia seguinte compensas?

Compenso sempre com treino, costumo dizer “eu treino eu posso”.

 

Podes falar um pouco do teu ritual de treinos? (quantas vezes por semana, tipo de treino, etc)

Treino dia sim dia não durante a semana toda, mesmo nos fins-de-semana. E faço alternado um treino de tronco e membros inferiores.

 

Tens algum cuidado (alimentar) especial nos dias do treino?

É igual sempre. É impossível atingir objectivos só comendo limpo quando se treina.

 

És geneticamente magra ou fazes algum esforço para estar sempre em forma?

Sou geneticamente magra mas treino para ficar em forma e tonifica.

 

Qual é a parte do corpo que mais gostas? E se pudesses trocavas alguma?

Gosto do conjunto em si e não trocava nada, gosto como sou e quando não está como eu quero treino e esforço me para ficar melhor.

 

Há pressão para estar sempre em forma por seres uma figura pública? Como lidas com isso?

Não há qualquer pressão, se houvesse essa pressão todas as figuras publicas treinavam e isso não acontece. Treinar tem de ser um gosto e não uma obrigação.

 

Já fizeste alguma cirurgia estética/plástica?

Sim uma mamoplastia de aumento.

 

Um sonho: Viajar sempre

Um objetivo profissional: Sem objetivos, ter trabalho sempre é o principal e deixar a vida nos levar.

Um momento inesquecível (carreira): O primeiro autografo.

Prato preferido: Tenho imensos, mas adoro tudo o que tenha lulas.

Perca a cabeça com (“pecado gastronómico”): Lulas... ai se calhar não é pecado... bolachas? :)

Um lema de vida: Ser feliz com os que amamos e muita saúde o resto compramos.

 

eat diamonds.jpg

 

Obrigada Vanessa Martins**

publicado às 20:20


Mais sobre mim

foto do autor




Esbelt Brazilian Bodywear: 10% Desconto!

Esbelt Europe

Detox Original! 10% Desconto com o código: DINORABASTOS


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog